Viñales: Deveria ter sido mais exigente com a Yamaha

Espanhol acredita que uma das razões do fim de ano complicado se deve a falta de rigidez de sua parte nos rumos do desenvolvimento

Depois de começar o ano com duas vitórias, poucos poderiam imaginar que Maverick Viñales não estaria sequer na disputa do campeonato no final da temporada da MotoGP. Mas foi o que aconteceu. Devido a problemas no desenvolvimento da moto, o piloto e a Yamaha foram perdendo desempenho ante aos rivais.

Refletindo sobre o ano, Viñales admitiu que deve assumir certa culpa pelas coisas terem dado errado, pois deveria ter insistido mais em manter a moto do jeito que preferia.

"Somos todos em parte culpados", disse o espanhol. "Eu deveria ter sido mais rígido em pedir as coisas, em confiar somente nas minhas sensações e não nos outros.”

"Não é que eles não me ouviram, mas não paramos de testar coisas e ficamos confusos. Talvez meu erro tenha sido não continuar com o antigo chassi."

Apesar da forma como sua temporada piorou, Viñales sublinhou o fato de ainda ter fé em sua equipe liderada pelo antigo mecânico chefe de Jorge Lorenzo, Ramon Forcada.

"Eu realmente confio nas pessoas que tenho ao meu lado no box. Se não fosse isso, neste ano eu ficaria louco", acrescentou Viñales.

"Eu tenho muita paciência. Eu sempre tento estar na frente, em todas as situações e em todas as sessões de treino."

Ele conclui: "até certo ponto, acho que a temporada foi boa. A primeira metade foi 9/10 e a segunda foi um 4/10”.

"Se não tivéssemos feito um excelente começo da temporada, seria impossível terminar em terceiro no campeonato."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Pilotos Maverick Viñales
Equipes Yamaha Factory Racing
Tipo de artigo Últimas notícias