Viñales: Não conseguiria ter mesmo ritmo de Rossi

compartilhar
comentários
Viñales: Não conseguiria ter mesmo ritmo de Rossi
Jamie Klein
Por: Jamie Klein
5 de nov de 2018 12:58

Espanhol enaltece grande ritmo de parceiro na Malásia, e se diz feliz com outra boa corrida da Yamaha

Maverick Viñales admitiu que igualar o ritmo do companheiro Valentino Rossi no GP da Malásia era "impossível" para ele. Rossi liderou a maior parte da corrida em Sepang no domingo, mas, pressionado por Marc Márquez, ele viu suas esperanças de vitória terminarem com uma queda na curva 1 a quatro voltas do fim.

O espanhol, que se classificou apenas em 11º, disse que não conseguiria chegar no ritmo que Rossi e Márquez imprimiam à frente do pelotão.

"Se eu pudesse fazer 2min00s baixo, talvez eu pudesse vencer a corrida, mas hoje foi impossível", disse Viñales.

“A pista estava tão escorregadia que eu estava me esforçando para fazer 2min00s alto. A quatro voltas do fim, eu não tinha aderência nos pneus. Eu destruí os pneus. Mas estou feliz que tenhamos consistência.”

“Acho que hoje não consegui manter 2min00s baixo porque estava muito quente, e também porque fiquei com Bautista e outros pilotos difíceis de ultrapassar. A minha chance de subir ao pódio foi embora, mas estou feliz por estar perto de Álex e Johann no final. Eu fiz o meu melhor.”

“Se eu começasse na frente, com a pista limpa, talvez eu pudesse fazer o mesmo que fiz na Austrália. Com certeza a moto está funcionando bem e estou absolutamente feliz.”

Desempenho de Rossi é outro "impulso" para Yamaha

Viñales acrescentou que ver Rossi comandar a corrida pela maior parte foi uma surpresa, e que a performance do italiano é outro importante impulso para a Yamaha.

“Eu sempre vi Valentino à mesma distância na minha frente, acho que estávamos muito bem”, lembrou Viñales.

“Honestamente eu estava pensando hoje que ele poderia vencer a corrida. Ele tinha quase o mesmo ritmo que eu nos treinos, e sempre na corrida ele dá um pouco mais. Antes de começar a corrida, pensava que Valentino poderia ganhar e, quando o vi na frente, pensei: 'ele pode ir embora'."

"De qualquer forma, é ótimo para a Yamaha que em Phillip Island eu tenha estado na frente. Aqui Valentino estava na frente antes do acidente, é bom para ganharmos confiança."

Next article
Smith anuncia ida para MotoE em temporada inaugural

Previous article

Smith anuncia ida para MotoE em temporada inaugural

Next article

Zarco admite que acidente com Márquez passou pela cabeça

Zarco admite que acidente com Márquez passou pela cabeça
Load comments