Viñales prefere não polemizar manobra de Márquez

Espanhol diz respeitar todos os rivais, e desconversa sobre opinião depois de ocorrência no Q2 da classificação

Depois de herdar a primeira posição no grid para o GP das Américas deste domingo, Maverick Viñales preferiu não polemizar. Após tomar uma fechada de Marc Márquez em uma de suas voltas mais rápidas, ele minimizou o fato e disse que coisas assim podem ocorrer.

"Está claro que isso pode acontecer a qualquer um", disse Viñales.

"Na qualificação, você tenta buscar seu espaço, mas foi bom. A volta veio rapidamente. Tudo vai ficar bem. O ambiente não está frio agora, sempre tive um grande respeito por meus adversários.”

“Nas últimas voltas você tenta, mas nas primeiras você não precisa ser tão agressivo."

Depois de uma pré-temporada complicada, em que sofreu com muitos altos e baixos, o piloto da Yamaha apontou a eletrônica como o problema da M1.

"No ano passado fomos rápidos, e vendo neste ano nosso ritmo é semelhante ao do ano passado. Nós fizemos um grande trabalho e encontramos o ponto em que precisávamos melhorar na eletrônica. Era especialmente na potência. Eu gosto de andar com menos controle de tração e com mais potência. Dia após dia estou me achando melhor, conseguindo ser mais agressivo."

Apesar do favoritismo de Márquez, que venceu em Austin nos últimos cinco anos, as boas sensações de Viñales não descartam uma luta pela vitória.

"Eu me sinto bem, confortável e super feliz de voltar a encontrar uma moto para levar ao limite. Amanhã podemos dar mais um passo para frente. Temos espaço para melhorar. Temos a chance de lutar pela vitória. Se dermos outro pequeno passo, estaremos perto de Marc. Por que não tentar?”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Evento GP das Américas
Sub-evento Sábado - Classificação
Pista Circuit of the Americas
Pilotos Maverick Viñales
Tipo de artigo Reactions