Viñales revela reunião pouco amistosa com Yamaha após Motegi

compartilhar
comentários
Viñales revela reunião pouco amistosa com Yamaha após Motegi
David Gruz
Por: David Gruz
25 de out de 2018 14:55

Piloto espanhol diz que exigiu explicações após ritmo ruim durante GP do Japão da última semana

Depois de terminar em sétimo no GP do Japão, Maverick Viñales está 141 pontos atrás do campeão Marc Márquez na classificação do mundial, e apenas sete pontos à frente do piloto da LCR Honda, Cal Crutchlow.

Quando perguntado se ele já se perguntou onde poderia estaria com uma Honda ou uma Ducati, Viñales admitiu que o pensamento muitas vezes passa pela sua cabeça.

"Todos os dias penso nisso, o que eu faria com essas motos, os resultados eu alcançaria", disse Viñales, que renovou seu contrato com a Yamaha antes do início da temporada de 2018.

"Mas isso não me ajuda na situação em que estou, tenho um contrato de dois anos. Todos os dias penso nisso, mas qual é o objetivo?”

"Agora estou aqui e tenho que trabalhar com isso, não há desculpas, tenho que trabalhar e criar uma moto muito boa para o próximo ano, desde a primeira vez que for à pista no teste de Valência. A moto funcionou antes e tem que funcionar novamente. Eu gostaria de saber como fazer uma moto."

Viñales disse que exigiu uma explicação da Yamaha em uma reunião técnica após o GP do Japão no fim de semana passado, mas a equipe não conseguiu convencê-lo.

"Não foi uma reunião mais longa do que o habitual, mas eu gostaria de saber por que estou devagar. Queria que eles me explicassem, e, até que o fizessem, não sairia da cadeira", lembrou ele.

"As explicações não me convenceram, eles queriam sair, mas eu não queria sair sem uma explicação. Não sei se a Yamaha está funcionando ou não, se eu soubesse já teria dito isso porque não estou me escondendo. A única coisa que quero saber é por que não pude ir rápido no Japão."

Viñales acrescentou que não vai mudar o seu estilo de pilotagem e é a equipe que deverá fazer uma moto melhor.

"Eu não vou forçar meu estilo de pilotagem, no ano passado eu fiz isso e fiquei pior", disse ele. "Vamos deixá-los fazer uma moto para mim. Eles podem estar na frente vencendo corridas”.

"Eu não vou mudar meu estilo de pilotagem, porque aí perderei minha essência, o que me trouxe até aqui. Eu nunca posso perder isso."

Next article
Bautista: Momento de chance na Ducati é “irônico”

Previous article

Bautista: Momento de chance na Ducati é “irônico”

Next article

Dovizioso: Disputa com Márquez era inimaginável há dois anos

Dovizioso: Disputa com Márquez era inimaginável há dois anos
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Evento GP da Austrália
Pilotos Maverick Viñales Shop Now
Equipes Movistar Yamaha MotoGP
Autor David Gruz
Tipo de matéria Últimas notícias