Viñales se recupera de queda e confirma domínio de teste

compartilhar
comentários
Viñales se recupera de queda e confirma domínio de teste
21 de nov de 2018 16:01

Piloto espanhol crava grande tempo na hora final e tira primeiro lugar de Andrea Dovizioso em último teste coletivo do ano; Morbidelli é 6º novamente

O espanhol Maverick Viñales, líder da sessão de treinos de pós-temporada da MotoGP na última terça-feira, repetiu a façanha nesta quarta. Com o tempo de 1min30s757, ele deixou para trás todos os concorrentes mais uma vez, apesar de uma queda durante o dia, a três horas do fim da sessão.

Vice-campeão das duas últimas temporadas da MotoGP, Andrea Dovizioso terminou o último dia do teste de pós-temporada em segundo. Ele liderou boa parte da sessão, mas no fim foi ultrapassado por Viñales.

O piloto da Ducati 04 ficou logo à frente do atual campeão mundial. Marc Márquez testou duas especificações de motos e motores hoje, e apesar de também liderar, no fim acabou caindo para terceiro.

Utilizando a referência de Márquez em sua volta mais veloz, Jack Miller ficou em quarto com a Ducati da Pramac, duas posições à frente do ítalo-brasileiro Franco Morbidelli em sexto lugar, a pouco mais de 0s2 do melhor tempo do dia.

Em seu segundo dia como piloto de fábrica da Ducati, Danilo Petrucci foi o quinto após tirar o top-5 de Morbidelli a poucos minutos do fim do treino. Álex Rins foi o sétimo, uma posição na frente de Takaaki Nakagami, que superou Valentino Rossi no fim. O 46 não melhorou seu tempo no final da sessão.

Aleix Espargaró fechou o top-10, com o melhor estreante, Francesco Bagnaia, em 11º com sua Pramac Ducati.

Jorge Lorenzo, andando pela primeira vez na Honda, mais uma vez não conseguiu ficar dentro do top-10, mas melhorou. Depois de ser o 18º na terça, nesta quarta-feira ele ficou com o 12º tempo.

Johann Zarco caiu na curva 1 durante o início das atividades desta quarta, e na última hora caiu na curva 4. O piloto francês, em sua primeira experiência com a KTM, ficou com o 20º tempo no fim deste teste.

Caindo por duas vezes durante a quarta-feira, Andrea Iannone ficou com sua Aprilia apenas em 17º lugar.

O português Miguel Oliveira, em seu primeiro teste com a KTM da Tech3 na MotoGP, fechou ambos os dias na última posição.

Presente no teste de ontem com a LCR Honda, Stefan Bradl e o time não foram à pista nesta quarta.

O próximo teste coletivo da MotoGP ocorre apenas em 2019, na Malásia.

Combinado dos dois dias de teste:

Pos. Piloto Moto Vts. Tempo/Dif.
1 Spain Maverick Viñales Yamaha 58 1'30.757
2 Italy Andrea Dovizioso Ducati 57 0.133
3 Spain Marc Márquez Honda 52 0.154
4 Australia Jack Miller Ducati 65 0.182
5 Italy Danilo Petrucci Ducati 60 0.202
6 Italy Franco Morbidelli Yamaha 56 0.217
7 Spain Álex Rins Suzuki 69 0.497
8 Japan Takaaki Nakagami Honda 69 0.547
9 Italy Valentino Rossi Yamaha 63 0.614
10 Spain Aleix Espargaró Aprilia 55 0.643
11 Italy Francesco Bagnaia Ducati 49 0.648
12 Spain Jorge Lorenzo Honda 46 0.827
13 Spain Pol Espargaró KTM 47 0.871
14 Spain Joan Mir Suzuki 56 0.957
15 Spain Tito Rabat Ducati 59 1.183
16 Germany Stefan Bradl Honda   1.258
17 France Fabio Quartararo Yamaha 63 1.334
18 Italy Andrea Iannone Aprilia 32 1.367
19 Italy Michele Pirro  Ducati   1.463
20 Germany Jonas Folger Yamaha 47 1.508
21 France Johann Zarco KTM 47 1.752
22 Czech Republic Karel Abraham Ducati 52 2.149
23 Malaysia Hafizh Syahrin KTM 43 2.251
24 United Kingdom Bradley Smith Aprilia 58 2.271
25 Portugal Miguel Oliveira KTM 46 3.041
Next article
Morbidelli: Pilotar Yamaha é como andar “na manteiga”

Previous article

Morbidelli: Pilotar Yamaha é como andar “na manteiga”

Next article

Após cair duas vezes, Iannone previa rendimento pior de Aprilia

Após cair duas vezes, Iannone previa rendimento pior de Aprilia
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP