Viñales: Yamaha precisa de "grande" atualização

compartilhar
comentários
Viñales: Yamaha precisa de
David Gruz
Por: David Gruz
Traduzido por: Daniel Betting
2 de jul de 2018 22:44

Maverick Viñales acredita que só vai desafiar Marc Márquez pelo título da MotoGP se a Yamaha tiver uma "grande" atualização após as férias de verão

Podium: Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing
Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing
Podium: second place Alex Rins, Team Suzuki MotoGP, Race winner Marc Marquez, Repsol Honda Team, third place Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing
Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing
Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing
Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing
Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing
Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing

No GP da Holanda, Maverick Viñales subiu no pódio pela segunda vez na temporada, perdendo por pouco o segundo lugar para Alex Rins, e agora está 47 pontos atrás do líder do campeonato, Marc Márquez.

A corrida de Assen foi a melhor exibição de Viñales em várias corridas, ajudado por um desempenho mais forte nas primeiras voltas da corrida holandesa.

O piloto da Yamaha acredita que ainda é possível disputar o título, mas a fabricante japonesa precisa dar um passo adiante com seu pacote eletrônico e melhorar a aceleração da M1.

"Espero que [nas] férias de verão a Yamaha possa trazer algo grande e possamos ter a chance de lutar pelo título", disse.

"Estou feliz, recuperamos muita confiança no fim de semana, especialmente trabalhando muito bem para a corrida.”

Leia também:

"Com certeza me senti bem com o tanque cheio, ainda melhor do que nas últimas voltas da corrida porque foi difícil, preparamos a moto para as primeiras voltas.”

"Espero que os problemas sejam resolvidos, ainda na eletrônica precisamos melhorar muito, pois comparados com os adversários acho que estamos longe.”

"Mas de qualquer forma estamos em um bom caminho. Acho que a maneira como trabalhamos neste fim de semana foi a correta, trabalhando muito para a corrida, não para uma volta.”

"Acho que nossa moto está em um bom nível, acho que somos muito bons nas curvas rápidas e me senti ótimo."

O companheiro de equipe de Viñales, Valentino Rossi, teve uma visão mais pessimista para a segunda metade da temporada, acrescentando que, com Márquez sendo o mais rápido, será difícil disputar o título.

"Como eu disse também durante os treinos, Márquez foi o mais forte e [em Assen] ele lutou, mas ele tinha uma margem para ir sozinho", disse Rossi, 41 pontos atrás de Márquez na classificação.

"E no final ele decidiu ir e chegou dois segundos [à frente]. É difícil porque ele é mais rápido do que nós, mas também é mais rápido do que todos. Então, acho que o campeonato será muito difícil.”

"Mas temos uma grande luta pelo segundo lugar, com mais dois ou três pilotos no mínimo. Temos que tentar e temos que torcer para melhorarmos a moto para o final da temporada. Mas não é muito fácil."

Reportagem adicional de Jamie Klein

Próxima MotoGP matéria
Crutchlow: Honda sofre ao andar no meio do pelotão

Previous article

Crutchlow: Honda sofre ao andar no meio do pelotão

Next article

Após ser 2º, Rins diz que “vitória chegará em breve”

Após ser 2º, Rins diz que “vitória chegará em breve”

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Evento GP da Holanda
Localização Assen
Pilotos Maverick Viñales
Equipes Movistar Yamaha MotoGP
Autor David Gruz
Tipo de matéria Últimas notícias