Viñales: " Yamaha tem piloto para lutar pelo campeonato"

compartilhar
comentários
Viñales:
Oriol Puigdemont
Por: Oriol Puigdemont
Traduzido por: Daniel Betting
4 de jun de 2018 21:45

Maverick Viñales mais uma vez pediu para Yamaha resolver problemas da sua moto, para ele poder lutar pelo título da MotoGP

Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing
Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing
Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing
Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing
Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing
Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing
Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing
Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing
Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing

Mugello - Dentro da montanha russa que vem sendo os resultados de Maverick Viñales de um ano para cá na MotoGP, na corrida deste domingo, ele jogou uma nova nota negativa. O piloto classificou-se em terceiro no grid depois de ter sido forçado a passar pelo Q2, mas largou atrasado e apenas conseguiu cruzar a linha de chegada em oitavo.

Um contínuo sobe e desce que nem o próprio piloto consegue explicar.

"É difícil entender até para mim, um dia eu sou o primeiro e no outro 15º", resumiu Maverick. "Realmente temos construído um fim de semana muito bom, do TL3 para o TL4 demos um salto impressionante. Esta manhã o ritmo também era para lutar pela vitória, mas na corrida as sensações foram muito ruins."

Em um fim de semana em que vários pilotos culparam os pneus assimétricos levados pela Michelin para o GP da Itália, Viñales eximiu o fabricante francês da culpa e apontou para sua própria marca como a origem de uma situação que já dura um ano.

"Tenho um monte de corridas com sensações ruins. Se vê nos dados que os pneus não têm aderência. Minha moto perdeu muita aderência na corrida e realmente não sei por quê. O pneu não estava com defeito. Tive seis corridas com estes problemas e metade ano passado, então não é a desculpa do pneu, não há desculpa."

O catalão foi claro em seu discurso, pedindo para a Yamaha encontrar soluções imediatamente.

"Algo está errado com a moto. Ela não funciona bem e eu quase estou lá para fazer o pódio vindo de muito atrás. Quando funcionar bem, estarei na frente. Confio muito na minha pilotagem e em mim. Sei onde posso chegar e apenas peço mais esforço para a Yamaha para me dar uma moto competitiva, para vencer. Estou aqui para isso. É difícil ficar em sétimo quando você acha que pode estar lutando pelas melhores posições.”

Viñales, agora terceiro no campeonato, a 28 pontos de Márquez, reiterou seu compromisso de lutar pelo título com a moto de Iwata.

"Eu realmente quero ganhar e lutar pelo campeonato. É minha característica, ir para cima. Desde Montmelo do ano passado venho sofrendo. É tempo suficiente para a Yamaha entender as coisas. Agora tem que trabalhar duro. Eles têm um piloto para lutar pelo campeonato e eles precisam me dar as armas, agora estamos longe de tê-las."

Próxima MotoGP matéria
Pedrosa deixa time oficial da Honda após temporada de 2018

Previous article

Pedrosa deixa time oficial da Honda após temporada de 2018

Next article

Lorenzo vence e incendeia MotoGP; as frases do fim de semana

Lorenzo vence e incendeia MotoGP; as frases do fim de semana

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Maverick Viñales
Autor Oriol Puigdemont
Tipo de matéria Últimas notícias