Yamaha decide não substituir Rossi em Misano

Prova de San Marino terá somente Maverick Viñales como piloto oficial da fabricante japonesa

A Yamaha anunciou que não irá substituir Valentino Rossi na corrida de Misano da MotoGP no próximo fim de semana.

O italiano ficará fora das pistas por pelo menos um mês, depois que fraturou a perna em um acidente de motocross na semana passada, o fazendo perder, além de Misano, a etapa seguinte, de Aragón.

Mas, ao invés de colocar um substituto para o piloto de 38 anos, a Yamaha confirmou que estará na pista com uma única moto de fábrica, a de Maverick Vinales.

Resta saber se o time vai optar por substituir Rossi em Aragón, caso o heptacampeão da categoria rainha continuar fora, como o esperado.

O piloto de testes da Yamaha, Katsuyuki Nakasuga, que fez sete provas da MotoGP desde 2011, estará disponível para competir junto com Viñales na Espanha, já que não há nenhuma corrida de Superbike no Japão, o que não é o caso em Misano.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Evento GP de San Marino
Pista Misano
Pilotos Valentino Rossi
Equipes Yamaha Factory Racing
Tipo de artigo Últimas notícias