Yamaha revela alternativa para banimento das asas

Equipe de Valentino Rossi e Maverick Viñales foi a primeira a apresentar uma carenagem desenhada para compensar o banimento das asas na MotoGP

Para a temporada 2017, a MotoGP baniu as asas, tendência inaugurada pela Ducati e seguida pelas demais equipes de fábrica no ano passado. Nesta terça-feira (31), segundo dia de testes de pré-temporada, a Yamaha foi a primeira equipe a apresentar uma alternativa mais visível para o banimento.

Tanto Valentino Rossi quanto Maverick Viñales completaram voltas com uma moto que apresentava uma carenagem diferente, com asas acopladas internamente na seção inferior da parte dianteira da peça (ver foto acima).

Espera-se que as demais fabricantes também apresentem ideias para recuperar parte do downforce gerado pelas asas. Kohta Nozane já havia testado a carenagem alternativa da M1 na parte da tarde do primeiro dia de atividades em Sepang.

"Não posso dar informações sobre o que estamos testando, mas estamos fazendo testes e comparações, então esperamos ter informações dos dois pilotos", disse Massimo Meregalli, diretor esportivo do time.

Para impedir que o desenvolvimento desenfreado de carenagens simplesmente substitua as asas, a MotoGP limitou o número de carenagens que podem ser homologadas para a temporada - Danny Aldridge, diretor técnico da categoria, é o 'juiz' que avalia e homologa.

Entende-se que Aldridge aprovou a carenagem testada pela Yamaha nesta terça. A Ducati também testou uma carenagem modificada em Sepang, com alguns 'furos' nas laterais. Espera-se entretanto, que as fabricantes esperem até o Catar para introduzirem as versões definitivas das carenagens para a temporada.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Pilotos Valentino Rossi , Maverick Viñales
Equipes Yamaha Factory Racing
Tipo de artigo Últimas notícias