Zarco se diz perto de explorar 100% de Yamaha de 2016

compartilhar
comentários
Zarco se diz perto de explorar 100% de Yamaha de 2016
Jamie Klein
Por: Jamie Klein
20 de fev de 2018 14:55

Francês acredita que teria condições de lutar por pódio com equipamento e expressa torcida por contratação de malaio pela Tech 3

Johann Zarco, Monster Yamaha Tech 3
Johann Zarco, Monster Yamaha Tech 3
Johann Zarco, Monster Yamaha Tech 3
Hafizh Syahrin, Monster Yamaha Tech 3
Johann Zarco, Monster Yamaha Tech 3
Johann Zarco, Monster Yamaha Tech 3
Johann Zarco, Monster Yamaha Tech 3
Johann Zarco, Monster Yamaha Tech 3
Johann Zarco, Monster Yamaha Tech 3
Johann Zarco, Monster Yamaha Tech 3
Hafizh Syahrin, Monster Yamaha Tech 3
Johann Zarco, Monster Yamaha Tech 3

Johann Zarco acredita que está “perto de 100%” do potencial do pacote da Yamaha de 2016 depois do segundo teste de pré-temporada da MotoGP no ano, na Tailândia.

O piloto da Tech 3 terminou as atividades de Buriram somente atrás de Dani Pedrosa, da Honda, e confortavelmente à frente da dupla de fábrica da Yamaha, Valentino Rossi e Maverick Viñales.

Enquanto que Rossi e Viñales se mostraram preocupados com a falta de ritmo, Zarco se concentrou em obter mais ganhos na moto de 2016 ao se concentrar no equipamento antigo depois dos testes de Sepang.

“Como digo desde o ano passado, há um grande potencial nesta moto e eu preciso usar 100% dessa moto toda vez que subo nela”, disse Zarco.

“Este terceiro dia acho que foi bem perto de 100% da moto e pudemos ver que sou competitivo, então tenho de entender este ritmo para repeti-lo no futuro.”

Questionado sobre seu ritmo de corrida em comparação aos rivais, acrescentou: “Posso ficar próximo do pódio ou no pódio, eu diria. Para a vitória, vejo Marc [Márquez] muito forte, e ele pode brincar mais com a moto e ser mais veloz em todas as voltas em comparação a mim.”

“Então, falando sobre vitória, eu diria que neste teste Marc [é o favorito], mas eu estaria apto a estar no pódio.”

Zarco reiterou que quer emular o estilo de Jorge Lorenzo para extrair o máximo de seu equipamento.

“Ainda estou convencido disso, porque Lorenzo era muito rápido. Até mesmo com a Ducati na Malásia ele bateu o recorde”, disse o francês. “Isso significa que a Ducati está bem, mas também que o piloto é bom.”

“Na Yamaha, ele estava neste nível por várias vezes. Talvez no momento ele não encontrou isso na Tailândia, mas é a forma de ir rápido, então estou tentando entender isso.”

Zarco espera que Syahrin seja seu parceiro

Do outro lado da garagem da Tech 3, Hafizh Syahrin fez sua estreia na MotoGP no lugar do ainda doente Jonas Folger, a quem deve substituir nesta temporada.

Zarco expressou a esperança de que o piloto malaio seja confirmado em breve como seu novo parceiro.

“Estou realmente feliz por ele. Espero que possamos mantê-lo para a temporada, porque ele tem muita humildade e é um piloto muito limpo, muito suave”, disse Zarco, analisando Syahrin.

“Ao ser suave na moto, isso significa que ele tem mais margem para crescer, para ser mais rápidos.”

“Parece que, se comparado a todos os caras que a equipe teve no fim da temporada passada, ele é quem tem mais margem para crescer, porque é mais jovem, com mais humildade e pronto para escutar.”

Reportagem adicional de Oriol Puigdemont

Próxima MotoGP matéria
Honda apresenta cores de sua moto de 2018

Previous article

Honda apresenta cores de sua moto de 2018

Next article

Dovizioso nunca considerou voltar ao chassi GP17 da Ducati

Dovizioso nunca considerou voltar ao chassi GP17 da Ducati
Load comments