Acidente na NASCAR atinge grade de proteção dos torcedores

No momento da bandeira quadriculada, o carro de Austin Dillon levantou voo e foi parar na cerca que separa a pista das arquibancadas, ferindo levemente 13 torcedores.

Um acidente espetacular marcou o fim da Coke Zero 400, segunda prova de Daytona no calendário da NASCAR. No momento da bandeirada final, Denny Hamlin tocou no carro de Austin Dillon, que levantou voo e foi parar na grade de proteção das arquibancadas. A cena é impressionante.

 

O piloto, que ficou de cabeça para baixo, foi ajudado pelos membros de sua equipe e saiu andando, sem nenhum ferimento. Os destroços dos carros envolvidos atingiram 13 pessoas. Oito delas recusaram atendimento, por estarem bem, quatro foram examinadas no local e liberadas e uma foi para o hospital, recebendo alta logo em seguida.

O presidente do Daytona International Speedway, Joie Chitwood, afirmou que a grade de proteção fez seu trabalho, ao evitar maiores danos aos fãs, segurando o impacto dos carros, que pesam cerca de 1,5 tonelada e vinham a mais de 300km/h. 

Veja agora o mesmo acidente na visão de dois espectadores, que estavam assistindo a prova nas arquibancadas e reparem aonde foi parar o motor do carro #3.

 

 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias NASCAR Cup
Evento Daytona II
Pista Daytona International Speedway
Pilotos Austin Dillon
Tipo de artigo Últimas notícias