Após duas tentativas de apelação, pena de Kenseth é mantida

Piloto da Joe Gibbs terá que ficar de fora das etapas do Texas e Phoenix. Período de observação foi reduzido

A quinta-feira foi exaustiva e pouco produtiva para Matt Kenseth e Joe Gibbs. O ex-técnico do Washington Redskins participou das duas sessões de apelação que mantiveram a pena de suspensão por duas corridas a Kenseth, por ter batido em Joey Logano de maneira proposital no domingo, na etapa de Martinsville.

Na primeira, na National Motorsports Appeals Panel, Ken Clapp, Bill Mullins e Dale Pinilis confirmaram a punição imposta ao piloto do carro #20.

 

 

Mais tarde, na última tentativa com o oficial Bryan Moss, decidiu-se também manter a suspensão a Kenseth para as etapas do Texas e de Phoenix, mas o período de observação foi reduzido de seis meses para até o dia 31 de dezembro.

Em seu lugar, Erik Jones fará as duas corridas.

Kenseth foi enquadrado nas sessões 12.1 e 12.8 do livro de regras da NASCAR, em que trata penalidades por comportamento em pista.

Após a divulgação da notícia, alguns pilotos demonstraram apoio a Kenseth em suas redes sociais. Denny Hamlin chegou a postar no Twitter uma foto com camiseta com a hashtag #FreeMatt

Ricky Stenhouse Jr. foi mais discreto.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias NASCAR Cup
Pilotos Matt Kenseth
Tipo de artigo Últimas notícias