Dillon vence Daytona 500 após última volta caótica

compartilhar
comentários
Dillon vence Daytona 500 após última volta caótica
Lee Spencer
Por: Lee Spencer
Traduzido por: Daniel Betting
18 de fev de 2018 23:57

Austin Dillon abriu a última volta em segundo, mas herdou a vitória de Aric Almirola, que rodou na saída da curva 3 do circuito de Daytona

Austin Dillon entrou na última volta da Daytona 500 na segunda posição, mas acabou conquistando a vitória da prova disputada noite deste domingo depois que Aric Almirola, líder até então, rodou na saída da curva 3.

Bubba Wallace terminou em segundo, seguido por Denny Hamlin, Joey Logano, Chris Buescher, Paul Menard, Ryan Blaney, Ryan Newman, Michael McDowell e AJ Allmendinger, que completaram o top-10.

Um acidente envolvendo 13 carros e o vencedor da Daytona 500 de 2017, Kurt Busch, a duas voltas do final, incendiou a corrida, que teve Hamlin na liderança na relargada. 

A corrida

Segmento 1

 

Kurt Busch venceu o primeiro segmento da Daytona 500, que abriu a temporada 2018 da Monster Energy Nascar Cup, em sua primeira vitória na carreira. Para alcançar a vitória, Busch liderou 14 das 60 voltas do segmento.

Alex Bowman terminou em segundo, seguido por Ricky Stenhouse Jr., Ryan Blaney, Martin Truex Jr., Michael McDowell, Kevin Harvick, Chase Elliott, Kyle Larson e Paul Menard.

Depois de cinco voltas, os três fabricantes (Chevrolet, Toyota e Ford) eram representados na frente por Hamlin na liderança seguido por Wallace e Stenhouse Jr. Kurt Busch e Blaney completavam o top-5.

A primeiro bandeira amarela foi causada por Corey LaJoie, que teve o motor estourado na nona volta. Hamlin manteve a liderança e aproveitou para entrar nos pits para reabastecer, mas acabou recebendo uma penalidade por parar fora da área de pit e caiu para 39º, uma volta atrás dos demais.

A corrida reiniciou na 12ª volta com Kurt Busch na ponta seguido por Stenhouse, Wallace, Newman, Bowman, Elliott, Jones, Logano, Truex, Kyle Busch, Ragan, Kahne, Keselowski, Suarez e Blaney.

Bowman recuperou a liderança uma volta depois, seguido por Busch, Jones, Wallace, Stenhouse, Kyle Busch, Logano, Kahne, Newman e Truex.

Kahne foi forçado a sair do pelotão por Suarez na saída da curva 4 e acabou caindo para 37º.

Pouco depois, na 23ª volta, Jones tomou a liderança de Bowman na entrada da curva 3. Stenhouse subiu para segundo seguido por Logano, Bowman, Harvick, Kyle Busch, Kurt Busch, Harvick, Suarez, Truex e Blaney. Na 29ª volta, Kyle Busch tee seu pneu traseiro esquerdo furado, precisou trocá-lo e perdeu muitas posições.

A segunda bandeira amarela foi acionada na 50ª volta, depois que Kyle Busch escapou da pista na saída da curva 3 e acabou batendo em Jamie McMurray e DJ Kennington.

A relargada foi autorizada na volta 56 com 33 carros na mesma volta. Kurt Busch segurou a ponta, mesmo pressionado por Jones e Elliott e recebeu a bandeirada do primeiro seguimento na primeira posição, seguido por Stenhouse e Blaney.

Segmento 2

O segundo segmento foi vencido por Ryan Blaney, seguido por Paul Menard, 0s065 atrás. Joey Logano terminou em terceiro, seguido por Almirola, Michael McDowell, Martin Truex Jr., Bubba Wallace, Trevor Bayne, Austin Dillon e Denny Hamlin.

Na 68ª volta, Blaney assumiu a liderança, seguido por Menard, Keselowski, Bowman, Stenhouse, Harvick, Kahne, Almirola, Bayne e Gaughan.

Kurt Busch voltou ao top-15 na volta 70, com Blaney mantendo a liderança na Volta 75, seguida por Menard com Bowman tentando fazer a linha interna funcionar.

Na volta 91, Byron bateu no muro na saída da curva 4 e causou a quarta bandeira amarela.

A relargada foi autorizada na volta 97 com Truex na ponta seguido por Blaney, Keselowski, Harvick, Elliott, Ragan, Bayne, Kahne, Menard, Stenhouse, Kurt Busch Almirola, Bowyer, Hamlin e Austin Dillon. Blaney tentou passar o Truex na relargada, mas acabou bloqueado.

Na volta 102, Keselowski tocou na parte traseira de Elliott para provocar a quinta bandeira amarela. O Chevy No. 9 girou na pista e atingiu Harvick, Danica Patrick, McDowell, Ragan, Bowyer e Kahn, que acabaram abandonando a prova.

Blaney liderou as 10 últimas voltas, com Menard o pressionando. Bayne, Stenhouse e Kurt Busch completavam os cinco primeiros. Pouco antes do final do segmento, o caro de Stenhouse começou aquecer e foi forçado a diminuir o ritmo e caiu para 25º.

Segmento 3

Blaney recebeu a bandeira verde para o terceiro segmento na volta 126. Joey Logano figurou em segundo seguido por Menard, Hamlin, Bayne, Gaughan, Almirola, Newman, Austin Dillon, Bowman, Wallace, DiBenedetto, Kurt Busch, Gaulding e AJ Allmendinger. William Byron foi o Lucky dog e relargou em 22º. Ainda havia 29 carros na pista. 

Com 65 voltas para o final, Menard, que estava em nono, tentou fazer algo acontecer na pista interna e atacou Stenhouse e Kurt Busch. Cinco voltas mais tarde, Kurt Busch arriscou uma jogada na parte de dentro da pista e ficou em 13º, atrás de Almirola. 

Blaney continuou a liderar com 40 voltas restantes. Logano, Hamlin, Bowman, DiBenedetto, Wallace, Newman, Allmendinger, Kurt Busch, Buescher, Almirola, Truex e Menard completavam a fila. 

Hamlin assumiu a liderança passando Blaney na volta 174. Truex subiu para segundo seguido por Kurt Busch, Bowman, Newman, Wallace, Allmendinger, Hamlin, DiBenedetto, Almirola, Menard, Buescher, Austin Dillon, Gaughan e Logano. 

Na volta 193, o Ford #12 disparou para a frente com um empurrão de Kurt Busch, que entrou na curva 3 para a liderança. Hamlin ficou em cima e assumiu a ponta. Três voltas depois, Busch voltou para a liderança com um empurrão de Almirola. 

Faltando quatro voltas para o final, Blaney passou a Busch seguido por Hamlin. Blaney manteve a ponta novamente com três voltas para a bandeirada quadriculada. Hamlin assumiu a liderança na penúltima volta, mas quando o pelotão passou pelas curvas 1 e 2, Blaney tirou o ar da parte de trás do Ford #41 e Busch rodou e causou um grande acidente que envolveu Stenhouse, Gaughan, DiBenedetto, Truex, Bowman e Allmendinger. 

Hamlin manteve-se à frente seguido de Almirola, Buescher, Austin Dillon, Paul Menard, Wallace, Logano, Allmendinger, Blaney, Newman e McDowell - os únicos carros restantes na volta principal - quando a corrida foi para horas extras na volta 205. 

Na última volta, Almirola assumiu a ponta e parecia ter a vitória nas mãos, mas rodou na saída da curva 3 e deu de presente a primeira posição para Austin Dillon, seguido por Darrell Wallace Jr. Em segundo, Denny Hamlin em terceiro. Joey Logano e Chris Buescher completaram o top-5. A vitória garantiu vaga a Dillon no playoff da categoria.

Confira o resultado da corrida:

Cla#PilotoFabricanteVoltasTempoVoltas lideradasAbandonoPontosbonus
1 3 united_states Austin Dillon  Chevrolet 207   1   42  
2 43 united_states Darrell Wallace Jr.  Chevrolet 207 0.260     39  
3 11 united_states Denny Hamlin  Toyota 207 0.262 22   35  
4 22 united_states Joey Logano  Ford 207 0.411 3   41  
5 37 united_states Chris Buescher  Chevrolet 207 0.419     32  
6 21 united_states Paul Menard  Ford 207 0.524 1   42  
7 12 united_states Ryan Blaney  Ford 207 0.558 118   48  
8 31 united_states Ryan Newman  Chevrolet 207 1.243     29  
9 34 united_states Michael McDowell  Ford 207 1.247     39  
10 47 united_states A.J. Allmendinger  Chevrolet 207 1.476 1   27  
11 10 united_states Aric Almirola  Ford 206 --- 1   33  
12 51 united_states Justin Marks  Chevrolet 206 1 lap 1      
13 6 united_states Trevor Bayne  Ford 206 1 lap     28  
14 92 united_states David Gilliland  Ford 206 1 lap        
15 14 united_states Clint Bowyer  Ford 206 1 lap     22  
16 1 united_states Jamie McMurray  Chevrolet 205 2 laps     21  
17 88 united_states Alex Bowman  Chevrolet 205 2 laps 13   29  
18 78 united_states Martin Truex Jr.  Toyota 205 2 laps 4   30  
19 42 united_states Kyle Larson  Chevrolet 204 3 laps     18  
20 23 united_states Gray Gaulding  Toyota 204 3 laps     17  
21 00 united_states Jeffrey Earnhardt  Chevrolet 204 3 laps     16  
22 66 united_states Mark Thompson  Ford 203 4 laps     15  
23 24 united_states William Byron  Chevrolet 203 4 laps     14  
24 96 canada D.J. Kennington  Toyota 201 6 laps     13  
25 18 united_states Kyle Busch  Toyota 200 7 laps     12  
26 41 united_states Kurt Busch  Ford 198 9 laps 16 Accident 21  
27 32 united_states Matt DiBenedetto  Ford 198 9 laps   Accident 10  
28 62 united_states Brendan Gaughan  Chevrolet 198 9 laps   Accident 9  
29 17 united_states Ricky Stenhouse Jr.  Ford 197 10 laps 11 Accident 15  
30 38 united_states David Ragan  Ford 107 100 laps   Accident 7  
31 4 united_states Kevin Harvick  Ford 105 102 laps   Accident 10  
32 2 united_states Brad Keselowski  Ford 102 105 laps   Accident 5  
33 9 united_states Chase Elliott  Chevrolet 101 106 laps 4 Accident 7  
34 95 united_states Kasey Kahne  Chevrolet 101 106 laps   Accident 3  
35 7 united_states Danica Patrick  Chevrolet 101 106 laps   Accident 2  
36 20 united_states Erik Jones  Toyota 59 148 laps 11 Accident 1  
37 19 mexico Daniel Suarez  Toyota 59 148 laps   Accident 1  
38 48 united_states Jimmie Johnson  Chevrolet 59 148 laps   Accident 1  
39 13 united_states Ty Dillon  Chevrolet 59 148 laps   Accident 1  
40 72 united_states Corey Lajoie  Chevrolet 8 199 laps   Motor 1
Próxima NASCAR Cup matéria
Na tática, Dillon conquista vitória inédita e histórica

Previous article

Na tática, Dillon conquista vitória inédita e histórica

Load comments

Sobre esta matéria

Categoria NASCAR Cup
Evento Daytona 500
Localização Daytona International Speedway
Pilotos Austin Dillon
Equipes Richard Childress Racing
Autor Lee Spencer
Tipo de matéria Relato da corrida