Hendrick Motorsports muda números de carros para 2018

Chase Elliott troca o carro #24 para assumir o #9, que era utilizado por seu pai, Bill Elliott

Dois dos pilotos da NASCAR Cup Series ostentarão novos números em seus carros na próxima temporada, ambos adotarão números icônicos na história da categoria. Chase Elliott, que está em sua segunda temporada conduzindo o #24, passará a usar o #9, que era utilizado por seu pai, Bill Elliott.

O atual candidato ao título da Xfinity, William Byron, que se juntará ao program da HMS na Cup como novato na próxima temporada, guiará o #24 em seu Chevrolet.

Em 2018, Elliott manterá a mesma equipe que o acompanhou no #24 no #9, enquanto a equipe do #5, que hoje é de Kasey Kahne, cuidará do #24 de Byron.

"Eu não tinha certeza de que voltaria a pilotar o #9 novamente", disse Elliott, que guiou o #9 na Xfinity Series. "É um grande negócio para minha família e todos da minha casa (na Geórgia), e espero que todos os nossos fãs sejam incentivados para vê-lo de volta à pista de corrida.”

"Há um legado anexado a esse número, e eu quero acompanhá-lo. Eu acho incrível que a Hendrick Motorsports e a NAPA quisessem fazer isso. É impossível não ficar empolgado.”

Byron começará sua temporada como novato em 2018 na mesma idade de Jeff Gordon, que tinha 20 quando estreou em 1992. Gordon ganhou quatro campeonatos da Cup enquanto pilotava o #24 para a HMS.

"Eu não pensei que poderia estar mais motivado, mas quando o Rick Hendrick me chamou para me falar sobre dirigir o #24, levou coisas para outro nível. Tenho muito respeito por todas as pessoas que contribuíram para o sucesso do #24.”

"Eu sei que é raro ter a chance de fazer parte de algo assim. Eu vou aproveitar ao máximo."

O #9 será o primeiro número de carro novo para uma equipe de tempo integral do HMS, uma vez que Dale Earnhardt Jr. estreou o #88 em 2008.

Após a temporada de 2017, a HMS retirará seu número de carro #5 da competição. Foi o primeiro número de carro da equipe e andou em tempo integral desde que a equipe foi fundada em 1984.

"Essa foi, de longe, a parte mais difícil (das decisões do número do carro)", disse Hendrick. "O #5 significa muito para todos na Hendrick Motorsports e para muitos dos nossos fãs. As memórias e a história estarão sempre lá, vou excluir pensando em trazer de volta algum dia. Nunca diga nunca."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias NASCAR Cup
Pilotos Dale Earnhardt Jr. , Bill Elliott , Kasey Kahne , Chase Elliott , William Byron
Equipes Hendrick Motorsports
Tipo de artigo Últimas notícias