Kahne se aposenta da Nascar após recusar oferta para 2019

compartilhar
comentários
Kahne se aposenta da Nascar após recusar oferta para 2019
Traduzido por: Daniel Betting
16 de ago de 2018 15:50

Kasey Kahne vai se aposentar da Nascar em tempo integral no final do ano após recusar oferta da Leavine Racing para continuar na categoria em 2019

Kasey Kahne, Leavine Family Racing, Chevrolet Camaro Dark Matter presented by Ionomy
Kasey Kahne, Leavine Family Racing, Chevrolet Camaro Dark Matter presented by Ionomy
Kasey Kahne, Leavine Family Racing, Chevrolet Camaro Dark Matter presented by Ionomy
Kasey Kahne, Leavine Family Racing, Chevrolet Camaro Thorne Wellness
Kasey Kahne, Leavine Family Racing, Chevrolet Camaro Thorne Wellness
Kasey Kahne, Leavine Family Racing, Chevrolet Camaro WRL General Contractors
Kasey Kahne, Leavine Family Racing, Chevrolet Camaro Thorne Wellness and Daniel Suarez, Joe Gibbs Racing, Toyota Camry ARRIS

Depois de um período decepcionante na Hendrick Motorsports, vencendo apenas seis corridas em seis anos com a equipe, Kasey Kahne mudou para a Leavine Racing e sua última vitória na Cup Series foi conquistada em Indianápolis 2017, encerrando uma sequência sem vitórias de 31 meses.

Nesta quinta-feira, em sua conta no Twitter, Kahne anunciou que vai deixar a Nascar em tempo integral, mesmo tendo recebido uma oferta da Leavine Racing para continuar com o time na temporada de 2019.

"Eu pensei sobre essa decisão por muitos meses, se não mais", disse Kahne na postagem. "É hora de eu me afastar das corridas na Nascar em tempo integral.”

Leia também:

"Aprecio tudo o que a LFR fez por mim nesta temporada e me oferecendo a oportunidade de correr em 2019. No entanto, competir na Cup em tempo integral por mais alguns anos foi algo que eu não pude me comprometer também."

Kahne acrescentou que estava contente com sua decisão, mesmo que seu futuro pós-Nascar esteja incerto.

"Eu não tenho certeza do que o futuro reserva para mim, mas eu sei que estou à vontade com a decisão que tomei. Os altos não superam os baixos e o cronograma exaustivo prejudica a sua qualidade de vida.

"Eu preciso gastar tempo fazendo as coisas que eu gosto e amo e isso é passar tempo com [filho] Tanner e minhas equipes de carros de corrida.

"Eu tive uma ótima carreira em corridas e conheci tantas pessoas e fãs incríveis ao longo do caminho, alguns com os quais permanecerei em contato por toda a vida.”

"Ainda temos algum trabalho para fazer este ano no carro #95 e estou ansioso para terminar a temporada com este time".

A melhor temporada de Kahne na Nascar foi a de 2012, quando compensou um começo lento em sua temporada de estreia com a Hendrick para terminar em quarto lugar na categoria, impulsionado por uma série de sete resultados consecutivos no top-10.

Ele entrou na primeira divisão em 2004 com a Evernham Motorsports depois de substituir Bill Elliott, e quase ganhou uma série de corridas em seu primeiro ano e foi eleito o novato da temporada.

Kahne permaneceu com a equipe que mais tarde se fundiu com a Richard Petty Motorsports e foi liberado de seu contrato no final de 2010, juntando-se ao que foi então Red Bull Racing no ano seguinte, antes de sua mudança para a Hendrick em 2012.

 

Próxima NASCAR Cup matéria
Após dominar em Michigan, Harvick chega à sétima vitória

Previous article

Após dominar em Michigan, Harvick chega à sétima vitória

Next article

Kurt Busch encerra jejum de 58 provas e vence em Bristol

Kurt Busch encerra jejum de 58 provas e vence em Bristol
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria NASCAR Cup
Pilotos Kasey Kahne
Equipes Leavine Family Racing
Tipo de matéria Últimas notícias