Kenseth é intimado a explicar comentários pós punição

Categoria ficou incomodada por comentários irônicos no Twitter e entrevista à agência de notícias

Matt Kenseth foi convocado a uma reunião com Brian France para discutir seus comentários após ser suspenso por duas provas, na semana retrasada.

O campeão de 2003 foi considerado culpado após tirar Joey Logano da etapa de Martinsville intencionalmente, no dia 1° de novembro, sendo que o Toyota #20 havia sido tirado da vitória pelo próprio Logano uma semana antes, no Kansas.

Na SiriusXM NASCAR Radio, France descreveu a batida de Logano no Kansas como a "quintessência da NASCAR". Obviamente, Kenseth se ofendeu com o comentário e usou de ironia em seu Twitter após a vitória de Jimmie Johnson no Texas, quando o hexacampeão fez uma manobra ousada sobre Brad Keselowski no final da prova.

Mas não foi a hashtag "#quintessential" que incomodou a direção da categoria. Kenseth deu declarações à Associated Press que foram decisivas à convocação.

Não só o piloto não está arrependido pelo ato em Martinsville, mas disse que o faria novamente. Kenseth acredita que ele foi provocado a tomar essa medida.

"Me senti quase que encorajado", declarou à AP na sexta-feira. "Senti pelos comentários de France que a atitude de Joey foi tolerada, que ele foi inteligente na maneira que ele eliminou um grande concorrente ao título. Nunca imaginei que seria suspenso por ter deixado tudo igual."

A Joe Gibbs Racing e Kenseth recorreram da decisão por duas vezes, mas sem sucesso. Ele volta à pista no próximo domingo, na grande final da categoria, em Homestead-Miami.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias NASCAR Cup
Pilotos Matt Kenseth
Tipo de artigo Últimas notícias
Tags brian france