Logano quebra domínio da Gibbs e vence em Bristol

Piloto da Penske apareceu na segunda metade da prova e não deu chances para os carros da JGR

Quem apostou que a noite de sábado em Bristol seria da Toyota - como parecia ser na classificação - se deu mal. Joey Logano apareceu na metade final da corrida e não deu chances para os adversários. Foram 176 voltas lideradas pelo #22, todas após a metade da corrida. Foi a terceira vitória do ano e Logano repetiu o resultado da mesma etapa do ano passado, quando também venceu na prova de Bristol de agosto.

Kevin Harvick conseguiu a segunda colocação, mesmo sendo punido nos pits por duas vezes, uma por causa dos mecânicos que violaram as regras de entrada durante as trocas e outra por excesso de velocidade, quando chegou a ser "empurrado" por Denny Hamlin. Aliás, o piloto do carro #11 terminou em terceiro, seguido de Jimmie Johnson, que marcou Top5 depois de sete corridas. A última vez que o hexacampeão conseguiu tal feito foi em Daytona, em julho.

Kyle Busch liderou 192 voltas, tinha corrida sólida, mas graças a uma punição por excesso de velocidade nos pits na parte final acabou indo para o fim do pelotão. Resultado: mesmo com bom desempenho do carro, ele terminou na oitava posição.

Clint Bowyer, que anunciou esta semana que não estará mais na equipe de Michael Waltrip no próximo ano, também fez boa corrida de recuperação. Faltando 130 voltas, ele foi coletado por David Ragan, seu companheiro de equipe. No fim, acabou na quinta posição.

Jeff Gordon, com esquema de pintura de maior sucesso em sua carreira, o "Rainbow Warrior", chegou a ficar em segundo lugar, mas teve problemas com pneus na parte final, frustrando os torcedores. Como resultado, um 20° lugar duro de engolir, com quatro voltas atrás.

Quem se deu muito mal foi Matt Kenseth. O vencedor da primeira prova do ano no oval do Tennessee teve motor estourado após a volta 100 e teve que abandonar, amargando a penúltima colocação.

A prova não teve muitas paralisações, apenas oito bandeiras amarelas foram acionadas, ocupando no total 52 voltas. Mesmo com grande movimentação no meio do pelotão, com grandes recuperações, apenas cinco carros diferentes lideraram a prova, com 14 trocas.

A NASCAR Sprint Cup tira folga na próxima semana e volta em Darlington no dia 6 de setembro, às 20h, horário de Brasília. Será a penúltima etapa antes do Chase.

Confira a classificação final da prova:

Posição Piloto
1 Joey Logano
2 Kevin Harvick
3 Denny Hamlin
4 Jimmie Johnson
5 Clint Bowyer
6 Brad Keselowski
7 Carl Edwards
8 Kyle Busch
9 Dale Earnhardt Jr.
10 Ryan Newman
11 Jamie McMurray
12 Justin Allgaier
13 Austin Dillon
14 Kurt Busch
15 Trevor Bayne
16 Kasey Kahne
17 Aric Almirola
18 Sam Hornish Jr.
19 Tony Stewart
20 Jeff Gordon
21 Ricky Stenhouse Jr.
22 Ryan Blaney
23 Casey Mears
24 Paul Menard
25 Greg Biffle
26 AJ Allmendinger
27 Danica Patrick
28 Martin Truex Jr.
29 Cole Whitt
30 Brett Moffitt
31 Michael McDowell
32 Alex Bowman
33 Matt DiBenedetto
34 J.J. Yeley
35 Josh Wise
36 David Gilliland
37 Mike Bliss
38 Landon Cassill
39 Timmy Hill
40 David Ragan
41 Kyle Larson
42 Matt Kenseth
43 Michael Annett

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias NASCAR Cup
Evento Bristol II
Sub-evento Corrida - Sábado
Pista Bristol Motor Speedway
Pilotos Joey Logano
Tipo de artigo Relato da corrida