Matt Kenseth nunca teve "grandes ilusões" em ganhar este ano

compartilhar
comentários
Matt Kenseth nunca teve
Por: Tom Errington
29 de ago de 2018 21:47

Campeão de 2003 acredita também que não deve conseguir resultados entre os 10 primeiros na atual temporada

Matt Kenseth, Roush Fenway Racing, Ford Fusion Roush Performance
Matt Kenseth, Roush Fenway Racing, Ford Fusion Roush Performance
Matt Kenseth, Roush Fenway Racing, Ford Fusion NESN
Matt Kenseth, Roush Fenway Racing, Ford Fusion #DoYouKnowJack
Matt Kenseth, Roush Fenway Racing, Ford Fusion Constantine Sealing Service
Matt Kenseth, Roush Fenway Racing, Ford Fusion #DoYouKnowJack
Matt Kenseth, Roush Fenway Racing, Ford Fusion Ford

Matt Kenseth retornou de um breve hiato para se juntar à Roush Fenway Racing, dividindo o carro #6 com Trevor Bayne.

Em sua primeira corrida de volta com a Roush, no Kansas, em maio, ele disse que a equipe tinha "trabalho a fazer" depois de ter ficado surpreso com a falta de competitividade.

Seu melhor resultado até agora foi um 13º lugar em Pocono, duas corridas depois, e Kenseth acredita que a equipe precisa melhorar em todas as áreas.

"Acho que qualquer um que tenha participado deste esporte por um tempo, especialmente neste nível, sabe que é difícil fazer com que isso se transforme imediatamente", disse ele ao Motorsport.com.

"Eu nunca tive grandes ilusões de vir e pegar algo que estava correndo por volta da 25ª colocação a cada semana e colocando a um nível vitorioso no final da temporada. Isso não acontece tão rápido.”

"Fizemos ganhos bastante significativos, mas não estamos onde queremos estar ainda. Ainda estamos tentando obter ganhos maiores.”

"Com certeza, meu objetivo seria fazer com que os carros ficassem no top-10 até o final da temporada, mas não sei se chegaremos a esse ponto ainda.”

"Eu ainda me sinto mais em 15º e 18º lugar. Quando comecei, senti que o #6 era provavelmente o 23º ou 24º melhor carro, então avançamos um pouco."

Quando perguntado onde a Roush tem que melhorar, Kenseth disse: "Eu penso que um pouco de tudo.”

"Não houve uma grande área em que pudemos descobrir e dizer: 'É isso e assim que consertarmos, vamos do 15º para o 5º lugar'. São várias pequenas coisas e acho que temos problemas, ainda temos um pouco a percorrer.”

"Você precisa acertar todas as pequenas coisas e aproveitar ao máximo o que tem nesse fim de semana.”

"No começo, acho que não fizemos um bom trabalho. Estamos fazendo um trabalho muito melhor agora. Há sete equipes capazes de realizar um trabalho um pouco melhor do que nós.”

O retorno de Kenseth foi anunciado inicialmente apenas para algumas corridas em 2018, mas na semana passada foi anunciado um novo patrocinador.

Quando o Motorsport.com perguntou se ele iria competir em 2019, Kenseth disse: "Neste ponto da minha perspectiva, estamos visando terminar 2018, com seis ou sete corridas restantes, tentando obter algum resultados. O momento de se preocupar com 2019 ainda está um pouco longe."

Próxima NASCAR Cup matéria
OPINIÃO: Goste ou não, Kyle Busch é o maior personagem da NASCAR atual

Previous article

OPINIÃO: Goste ou não, Kyle Busch é o maior personagem da NASCAR atual

Next article

Presidente de autódromo dos EUA detona F1 por conflito de datas

Presidente de autódromo dos EUA detona F1 por conflito de datas
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria NASCAR Cup
Pilotos Matt Kenseth
Equipes Roush Fenway Racing
Autor Tom Errington
Tipo de matéria Últimas notícias