NASCAR restringe retorno de carros danificados após acidente

Carros encaminhados para a garagem após acidente não poderão retornar às provas das três divisões nacionais da categoria norte-americana

Segundo o Motorsport.com apurou com múltiplas fontes, a NASCAR vai implantar novas regras para o retorno à pista de carros que acabem danificados após acidentes - mudanças que passam a valer para as três divisões nacionais da categoria norte-americana.

Se um carro envolvido em um acidente se direcionar para a garagem, o piloto não poderá retornar para a prova. Além disso, carros que forem reparados dentro do pit terão um limite de tempo para voltar. Carros que forem para a garagem por problemas mecânicos, porém, seguem autorizados a voltar para a disputa.

Aqueles que não terminarem os reparos dentro de cinco minutos - contados desde o momento em que a linha amarela na entrada dos boxes for cruzada até a passagem pela linha amarela na saída - também serão forçados a abandonar a prova.

No pitlane, as equipes serão autorizadas a remover ou reparar partes originais do carros com fixadores ou fita adesiva. Os painéis originais poderão ser reparados com suportes ou tiras que fixem as peças, mas painéis novos não podem ser utilizados.

Uma lista com componentes mínimos requeridos para que os carros possam voltar para a pista será divulgada pela organização do campeonato.

Além disso, os pilotos que cometerem infrações de desrespeito às linhas ou por excesso de velocidade terão de pagar uma punição de 15 segundos.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias NASCAR Cup , NASCAR XFINITY , NASCAR Truck
Tipo de artigo Últimas notícias