Patriarca de equipe mais antiga da NASCAR morre aos 93 anos

compartilhar
comentários
Patriarca de equipe mais antiga da NASCAR morre aos 93 anos
Por:
18 de jan de 2019 14:09

Glen Wood, da Wood Brothers, teve morte anunciada nesta sexta-feira

Glen Wood, de 93 anos, cofundador da Wood Brothers, equipe mais antiga da NASCAR, teve a morte anunciada nesta sexta-feira. A notícia veio por meio das redes sociais da equipe.

 

Ex-piloto, ele fundou o time em 1950 com seu irmão Leonard e, desde então, compete na categoria principal da NASCAR, sempre com motores Ford, construindo assim uma das maiores alianças com uma fabricante da história do esporte.

Ele foi incluído no Hall da Fama da NASCAR em 2012, junto com seu irmão, e era o membro vivo do seleto grupo mais antigo.

A Wood Brothers acumula 99 vitórias em mais de 1.500 corridas. O triunfo mais recente veio com Ryan Blaney em 2017, em Pocono.

Além de seu sucesso na pista, a Wood Brothers Racing é reconhecida por revolucionar as paradas nos boxes e diminuir o tempo em até 50%. O time foi recentemente reconhecido pelo Guinness Book of World Records como a mais longa equipe ativa da NASCAR, com 69 anos.

“Este é um dia difícil para todos nós da Ford Motor Company. Glen Wood foi o patriarca fundador da mais antiga equipe NASCAR Cup Series, e nós consideramos a Wood Brothers Racing uma parte de nossa família”, disse Edsel B. Ford II, membro do conselho de diretores da Ford Motor Co.

“A Wood Brothers, por qualquer medida, tem sido uma das operações mais bem-sucedidas da história da NASCAR. Mais importante para a nossa empresa, Glen e sua família permaneceram fiéis à Ford ao longo de seus 69 anos de história.”

Muitos dos pilotos de maior sucesso da NASCAR correram pela equipe, incluindo o próprio Glen, com quatro vitórias. Entre eles estão David Pearson, Curtis Turner, Junior Johnson, Joe Weatherly, Fred Lorenzen, Cale Yarborough, Dale Jarrett e Bill Elliott.

“Isto não é apenas sobre eu ser lembrado no Hall da fama. É também sobre a Wood Brothers. E é sobre a NASCAR ”, disse Wood na época. “E tenho orgulho de ter sido um piloto da NASCAR e proprietário de um carro nos últimos 60 anos e tenho orgulho dessa grande história.”

“Isso é sobre duas famílias: a família Wood e a família Ford trabalhando juntas, o que resultou em eu estar aqui esta noite.”

Um cavalheiro acima de tudo

Em um comunicado, o diretor executivo do Hall da Fama da NASCAR, Winston Kelley, disse que, apesar de todo o sucesso, Wood foi lembrado por sua graça, humildade e caráter.

"A palavra que melhor descreve Glen para mim é 'cavalheiro'. Eu sempre disse que se você consultasse o termo ‘Cavalheiro do Sul' no dicionário, você veria uma foto de Glen Wood e provavelmente de todos os Wood Brothers," disse ele.

“Enquanto perdemos um dos verdadeiros pioneiros, ícones e lendas da NASCAR, o legado e a memória de Glen continuarão pela Wood Brothers Racing e serão para sempre lembrados, preservados, celebrados e estimados aqui no Hall da Fama, no Wood Brothers Museum em Stuart, Virgínia, e em nossos corações e mentes."

 
 
 
 
 

Next article
Jeff Gordon alerta: fãs querem ver pilotos “verdadeiros”

Previous article

Jeff Gordon alerta: fãs querem ver pilotos “verdadeiros”

Next article

Johnson diz que não está acabado e pretende “vencer com frequência” novamente

Johnson diz que não está acabado e pretende “vencer com frequência” novamente
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria NASCAR Cup
Pilotos Glen Wood
Autor Jim Utter