Stewart surpreende e anuncia volta no próximo fim de semana

Tricampeão da NASCAR divulgou nesta quinta-feira que a equipe médica o liberou para voltar às pistas. O "Smoke" retornará em Richmond

O tricampeão da NASCAR Sprint Cup, Tony Stewart anunciou seu retorno às pistas nesta quinta-feira pelas redes sociais. Segundo o piloto, os médicos ficaram satisfeitos com o que viram nos últimos exames e o liberaram para estrear em 2016 em Richmond, próxima parada da categoria.

Em 31 de janeiro, Stewart se acidentou com um quadriciclo na região de San Diego, próximo ao deserto da Califórnia. Foi constatada uma fratura na vértebra L1. O piloto foi prontamente transportado para a Carolina do Norte, onde sofreu uma cirurgia.

Stewart anunciou que vai se retirar das pistas da NASCAR ao final desta temporada. O dono do carro #14 perdeu oito etapas do campeonato deste ano. Ty Dillon e Brian Vickers foram os pilotos que mantiveram o carro na ativa, enquanto o "Smoke" não anunciava retorno.

 Após a volta em Richmond, ele também vai participar de testes da Goodyear em Indianápolis, nos dias 26 e 27 de abril e só vai iniciar a prova seguinte, em Talladega, onde durante a corrida vai dar lugara Ty Dillon novamente. O tricampeão justificou.

"Richmond é uma pista onde me sinto muito confortável e porque é uma pista curta, logo, as velocidades são substancialmente menores. O teste da Goodyear é uma espécie de um ambiente controlado."

"Vamos começar a corrida de Talladega nós vamos para conseguir pontos, mas como o estilo da corrida e diferente e há uma maior possibilidade de acidente, pensamos que seja melhor minimizar a quantidade de tempo no carro. Eu vou voltar em tempo integral no Kansas e desfrutar de cada momento que posso no meu último ano de Sprint Cup."

Atualização 1: A NASCAR declarou que Stewart poderá participar do Chase, playoff da categoria, caso cumpra os requisitos da regra: que vença pelo menos uma prova e termine a fase de classificação a partir da 30° colocação.

Atualização 2: Por fazer declarações públicas consideradas ofensivas pela categoria, a NASCAR multou Tony Stewart em 35 mil dólares. O Smoke criticou o fato de algumas das equipes colocarem quatro e não cinco porcas na troca de pneus durante os pit stops. Segundo ele, essas equipes estariam "brincando com a segurança para vencer corridas."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias NASCAR Cup
Pilotos Tony Stewart
Equipes Stewart-Haas Racing
Tipo de artigo Últimas notícias