Jennifer Jo Cobb e Trevor Bayne "estreiam" punições da regra de Kevin Ward Jr.

Ambos saíram de seus carros antes da autorização dos oficiais da NASCAR, foram multados e colocados em observação até o fim de 2015

A piloto da NASCAR Camping World Truck Series, Jennifer Jo Cobb e Trevor Bayne, da Sprint Cup, foram penalizados pela NASCAR com a regra criada após a morte de Kevin Ward Jr.
Jennifer Jo Cobb foi multada em 5 mil dólares e colocada em observação até 31 de dezembro deste ano. Mesmo tendo sido mais ostensiva na reclamação contra o responsável pelo seu acidente, a multa da pilota foi mais branda do que a de Bayne, que terá que pagar 20 mil dólares e será colocado em observação pelo mesmo período.

Até metade do ano passado, os pilotos da NASCAR podiam sair de seus carros após acidentes sem qualquer tipo de autorização. Isso ocasionava às vezes cenas de brigas e discussões de quem se sentia prejudicado. Em 9 de agosto de 2014, Kevin Ward Jr., jovem piloto de Sprint Cars (não confundir com Sprint Cup - principal divisão da NASCAR) morreu após ser atropelado, em consequência de um incidente com o tricampeão Tony Stwart. Ward saiu do carro para reclamar com veemência no meio da pista com o piloto da NASCAR e acabou sendo atingido acidentalmente, morrendo minutos depois.

Desde então, a categoria decidiu proibir que os pilotos saiam de seus autos em caso de colisão sem o devido OK de algum oficial. A única exceção é, naturalmente, em caso de incêndio.

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias NASCAR
Pilotos Trevor Bayne , Jennifer Jo Cobb
Tipo de artigo Últimas notícias