Pedro Piquet é 4º e conquista vice na Toyota Racing Series

Brasiliense acaba sendo ultrapassado por rival em corrida final e perde campeonato por apenas cinco pontos

Pedro Piquet foi o vice-campeão da Toyota Racing Series na madrugada deste domingo (12) em Manfeild, na Nova Zelândia. Chegando à corrida final na liderança do campeonato, o piloto precisava chegar à frente de seus dois rivais, Thomas Randle e Richard Verschoor, que vinham respectivamente um e dois pontos atrás do brasiliense de 18 anos.

Saindo de segundo no grid da corrida final, Pedro tentou um ataque para tomar o primeiro lugar de Jehan Daruvala na largada, mas não conseguiu a ultrapassagem. Com uma bandeira vermelha na segunda volta, a prova seguiu com uma relargada na volta seis de 35, momento que o brasileiro cometeu um deslize.

O piloto foi ultrapassado pelo terceiro colocado e por Thomas Randle, que vinha em quarto. Pedro ainda tentou dar o troco nas voltas seguintes, mas não conseguiu. O piloto finalizou em quarto e ficou com o vice-campeonato.

No entanto, o brasiliense terminou com a performance mais consistente do campeonato, com 13 chegadas consecutivas (incluindo três vitórias) ao top-5. A série só não foi mais expressiva porque na segunda corrida da temporada, em Ruapuna, o bicampeão da F3 Brasil teve 30s acrescidos ao seu tempo de prova por uma mudança de linha ao defender uma posição – em manobra que o piloto avaliou como regular no automobilismo europeu.

Sem esta punição, Pedro teria vencido aquela corrida, teria mais 57 pontos no campeonato e seria o campeão.

Ele agora volta suas atenções para a F3 Europeia. Piquet parte para seu segundo ano na categoria, que tem início em 15 e 16 de abril em Silverstone.

Toyota Racing Series – Classificação final (top 5):

1. T. Randle 855
2. P. Piquet 850
3. R. Verschoor 843
4. M. Armstrong 792
5. J. Daruvala 781

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Other open wheel
Pilotos Pedro Piquet
Tipo de artigo Últimas notícias