Átila Abreu ousa na estratégia, tira zica e vence em Curitiba

Vencedor e Thiago Camilo, segundo colocado, não trocaram pneu para superar o líder da tabela, Daniel Serra

Com uma estratégia ousada, Átila Abreu venceu a etapa de Curitiba da Stock Car. O piloto da Mobil Super Pioneer Racing, que vive um ano marcado pelas pole positions aos sábados e pelas quebras aos domingos, optou por não trocar o pneu para obter a primeira vitória na temporada.

Usando a mesma tática, Thiago Camilo ficou com o segundo posto e se tornou o vice-líder do campeonato. O piloto da RCM teve sorte: assim que cruzou a linha de chegada, seu pneu furou.

O líder da tabela, Daniel Serra, esteve à frente em boa parte da prova, mas errou na estratégia e terminou em terceiro.  Com o resultado, o piloto da Red Bull soma 172 pontos, 11 a mais que Camilo. Cacá Bueno e Ricardo Maurício, quinto e quarto colocados na prova de Curitiba, estão empatados com 160.

A prova

Na largada, Átila Abreu manteve a primeira colocação, enquanto Ricardo Maurício perdeu terreno, deixando Daniel Serra em segundo, seguido por Tiago Camilo, Cacá Bueno e Sergio Jimenez. Vários pilotos cortaram a primeira chicane.

Na segunda volta, Daniel usou o botão de ultrapassagem para assumir a ponta e ficou claro que Cacá tinha problemas no assoalho de seu carro. Mais atrás, Julio Campos fez bela ultrapassagem em cima de Jimenez e Ricardo Maurício aproveitou para também superar o piloto. Allan Khodair era o oitavo, à frente de Ricardo Zonta e Marcos Gomes.

Cacá tentou usar seu botão de ultrapassagem algumas vezes para chegar em Camilo, mas não tinha rendimento suficiente e acabou sendo passado por Julio Campos. Mais à frente, Camilo começou a pressionar Átila Abreu, permitindo que Daniel Serra escapasse na ponta.

O líder foi o primeiro a parar, com 14 minutos para o final da prova. O piloto da Red Bull foi “marcado” por Camilo, que voltou à frente de Serrinha, que trocou o pneu traseiro esquerdo, ao contrário do rival. Cacá parou na volta seguinte e também trocou o pneu, enquanto Átila esperou a terceira volta da janela de pit stops para fazer sua parada, sem trocar pneu.

No retorno à pista, Átila voltou à frente de Camilo, enquanto Campos teve um pneu furado e saiu da briga pelas primeiras colocações. Daniel Serra tentava usar a aderência extra de seu pneu novo para se aproximar dos líderes, seguido por Ricardo Maurício e Cacá Bueno.

Nas últimas duas voltas, Cacá e Maurício protagonizaram um excelente duelo, invertendo posições diversas vezes, mas Maurício chegou na frente, conquistando o quarto lugar seguido por Cacá, Jimenez, Marcos Gomes, Nonô Figueiredo (que largou em 27º), Ricardo Zona e Valdeno Brito no top 10. Depois de largar em 17], Rubens Barrichello foi o 11º.

O campeonato da Stock Car segue com a etapa de Brasília, dia 10 de novembro, e terá seu encerramento na Corrida do Milhão, que vale pontuação dobrada, em São Paulo, dia 15 de dezembro.

Confira a classificação


1. Átila Abreu (Mobil Super Pioneer Racing) - 31 voltas em 42min22s587
2. Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) – a 2.044
3. Daniel Serra (Red Bull Racing) – a 6.809
4. Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) – a 7.167
5. Cacá Bueno (Red Bull Racing) – a 7.458
6. Sergio Jimenez (Voxx Racing Team) –a 14.059
7. Marcos Gomes (Carlos Alves Competições) –a 16.199
8. Nonô Figueiredo (Mobil Super Pioneer Racing) – a 18.288
9. Ricardo Zonta (BMC Racing) – a 21.024
10. Valdeno Brito (Shell Racing) – a 22.485
11. Rubens Barrichello (Full Time Competições) – a 22.959
12. Diego Nunes (RC3 Bassani) – a 24.925
13. Popó Bueno (Shell Racing) – a 26.785
14. Allam Khodair (Vogel Motorsport) – a 31.872
15. Rafa Matos (Hot Car Competições) – a 32.608
16. Denis Navarro (Voxx Racing Team) – a 33.001
17. Tuka Rocha (BMC Racing) – a 34.298
18. Lico Kaesemodel (Boettger Competições) – a 46.259
19. Rodrigo Sperafico (Prati-Donaduzzi Racing) – a 48.050
20. Rodrigo Pimenta (Gramacho Competições) – a 52.870
21. Vitor Genz (Gramacho Competições) – a 52.930
22. Galid Osman (Ipiranga-RCM) – a 57.248
23. Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing) – a 1:11.715
24. Max Wilson (Eurofarma RC) – a 1 volta
25. Fabio Fogaça (Vogel Motorsport) – a 1 volta
26. Duda Pamplona (Officer ProGP) – a 1 volta
27. Ricardo Sperafico (Officer ProGP) – a 1 volta
28. Wellington Justino (Hot Car Competições) – a 1 volta
29. Felipe Lapenna (Hanier Racing) –a 7 voltas
30. Beto Cavaleiro (Hanier Racing) – a 7 voltas
31. Gabriel Casagrande (RC3 Bassani) – Não completou
32. Luciano Burti (Boettger Competições) – Não completou
33. David Muffato (Carlos Alves Competições) – Não completou
34. Alceu Feldmann (Full Time Competições) – Não completou

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Stock Car Brasil
Tipo de artigo Últimas notícias