Cacá vence em Brasília e retoma a liderança da Stock Car

Largando em terceiro, piloto da Red Bull chegou à frente do companheiro Daniel Serra e do pole Thiago Camilo

Cacá Bueno venceu em Brasília e retomou a liderança do campeonato da Stock Car. Largando em terceiro, o piloto da Red Bull viu Thiago Camilo largar mal e herdou a liderança com uma punição a Marcos Gomes para ganhar a 31ª prova da carreira na categoria. Assim, agora soma 97 pontos, contra 96 de Ricardo Maurício, que largou em 18º e chegou em quinto, e 94 de Daniel Serra, segundo na prova disputada no circuito Nelson Piquet.

O pole Thiago Camilo não largou bem, tentou empurrar Cacá Bueno, mas perdeu quatro posições. A liderança ficou com Marcos Gomes, com Cacá em segundo, seguido por Átila Abreu e Daniel Serra. No pelotão de trás, Popó Bueno e David Muffato se tocaram, provocando a entrada do Safety Car. Quem ganhou muitas posições foi Ricardo Zonta, que largou em último após sofrer uma punição e, em uma volta, subiu para 23º.

Com pouca ação na pista, o Safety Car entrou novamente na pista na sétima volta, quando Diego Nunes tocou em Felipe Lapenna, que acabou rodando.

Quando liderava, Marcos Gomes foi punido com um drive through pela queima da largada, assim como Rodrigo Pimenta. Na relargada, Daniel Serra e Thiago Camilo ultrapassaram Átila Abreu. Quando Ricardo Sperafico tentava a ultrapassagem em Átila, acabou rodando e foi fortemente acertado por Fabio Fogaça, trazendo um terceiro Safety Car à pista.

Na relargada, Cacá Bueno pulou na ponta, enquanto Daniel Serra passou a ser pressionado por Thiago Camilo. O líder e o terceiro colocado foram juntos aos boxes, mas não trocaram pneus. Após as paradas, Nonô Figueiredo, que largou em 27º, assumiu a liderança, à frente de Cacá, Daniel Serra, Allan Khodair , Thiago Camilo e Rubens Barrichello.

Nonô, porém, foi punido com um drive through por abastecer durante o Safety Car, dando novamente a liderança a Cacá. Com um pneu furado, Khodair perdeu muitas posições. Temendo ver o mesmo em seus carros, a Red Bull pediu a Daniel que mantivesse as posições com o companheiro Cacá, mas o piloto não gostou, avisando pelo rádio que iria para cima.

Porém, faltando menos de quatro minutos, Diego Nunes escapou sozinho e bateu forte contra a barreira de pneus. Com um novo Safety Car, a prova foi encerrada sob bandeira amarela. Assim, Cacá venceu, seguido por Daniel Serra, Thiago Camilo, Rubens Barrichello e Ricardo Maurício. Outro destaque da prova foi Zonta, que largou em 33º e chegou em nono.

Confira a classificação da prova
1. Cacá Bueno - 34 voltas em 42:39.543
2. Daniel Serra – a 0.244
3. Thiago Camilo – a 1.591
4. Rubens Barrichello – a 1.766
5. Ricardo Mauricio – a 2.013
6. Rodrigo Sperafico – a 3.194
7. Tuka Rocha – a 3.909
8. Galid Osman – a 5.198
9. Ricardo Zonta – a 5.533
10. Valdeno Brito – a 6.956
11. Rafa Matos – a 8.466
12. Alceu Feldmann – a 9.201
13. Marcos Gomes – a 10.307
14. Átila Abreu – a 11.542
15. Luciano Burti – a 12.616
16. Denis Navarro – a 13.061
17. Max Wilson – a 13.629
18. Duda Pamplona – a 14.182
19. Lico Kaesemodel – a 14.708
20. Sergio Jimenez – a 16.222
21. Wellington Justino – a 17.700
22. Popó Bueno – a 18.861
23. Nonô Figueiredo – a 20.351
24. Rodrigo Pimenta – a 21.072
25. Beto Cavaleiro – a 22.560
26. Allam Khodair – a 25.301
27. Vitor Genz – a 26.077

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Stock Car Brasil
Tipo de artigo Últimas notícias