CBA transforma punição de Camilo em multa e advertência

Considerado culpado por acidente na corrida 2 de Londrina, piloto disputou etapa de Buenos Aires graças a efeito suspensivo

 

Considerado culpado pelo acidente logo na largada da corrida 2 da etapa de Londrina da Stock Car, no dia 10 de setembro, Thiago Camilo, que disputou normalmente a primeira bateria da etapa de Buenos Aires, graças a um efeito suspensivo à punição aplicada ao piloto, recebeu uma boa notícia na noite desta terça-feira.

A Comissão Disciplinar da CBA, presidida por Rubens Medeiros, decidiu por unanimidade na noite desta terça, na sede da entidade, no Rio de Janeiro, transformar a exclusão imposta pelos comissários desportivos a Camilo pelo acidente de Londrina, em advertência escrita e multa de 50 UPs (R$ 11 mil).

A comissão entendeu que embora Camilo tenha sido culpado pelo acidente, que envolveu também Max Wilson, Daniel Serra e Márcio Campos, “devido ao seu comportamento ilibado em 211 largadas e em sua 15ª temporada na Stock Car”, deve disputar na pista e em igualdade de condições com os adversários o título de 2017 da categoria.

Thiago Camilo chega à etapa do próximo domingo, em Tarumã (RS), como vice-líder da competição, quatro pontos atrás de Daniel Serra (259 a 255).

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Stock Car Brasil
Pilotos Thiago Camilo
Tipo de artigo Últimas notícias