Devido a banco novo, Barrichello ganha mais tempo de adaptação à Stock

Organização estabeleceu dois treinos extras nesta quinta-feira em Curitiba para que pilotos pudessem testar novos assentos

Rubinho testando em Curitiba

Graças ao novo modelo de banco, que será utilizado pela primeira vez na Stock Car justamente neste final de semana, Rubens Barrichello ganhou mais tempo para se adaptar à categoria. Apenas para que os pilotos pudessem conhecer melhor seus novos assentos de fibra de carbono, a organização da Stock estabeleceu dois treinos extras de 15 minutos, que foram realizados nesta quinta-feira em Curitiba.

Com isso, Barrichello, que guiou um carro da Stock pela primeira esta semana, vai conhecendo cada vez os macetes da categoria.  "Esse tempo extra na pista me ajudou, até porque eu não tinha parâmetro do banco anterior, então, para mim a mudança não foi um problema”, explicou o piloto da Medley/FullTime. “Só estou estranhando ainda andar com as portas fechadas”, completou Barrichello.

O ex-F1 guiará o carro número 17 neste domingo em Curitiba e nas próximas duas etapas da Stock Car, com cachê revertido para o Instituto Barrichello Kanaan. “Ainda não dá para saber como estaremos junto com os demais, mas estou curtindo e levando com muita alegria os corações da molecada do IBK junto comigo”.

Além de Barrichello, os outros pilotos da categoria também comemoraram o treino extra. "Esse treino foi uma mão na roda, pois adianta nosso trabalho de amanhã, com mais tempo para o acerto ideal do final de semana," comentou Duda Pamplona, da Officer Pro GP.
 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Stock Car Brasil
Tipo de artigo Últimas notícias