Em 2º, Barrichello se conforma: “estava no meu limite”

À caça de Felipe Fraga no campeonato, Rubinho se rende a trabalho feito pelo tocantinense: “está de parabéns”

Rubens Barrichello bem que tentou. Pole position em Goiânia há duas semanas, o paulista fez de tudo para ir também atrás da primeira colocação neste sábado (19) em Curvelo (MG). No entanto, ele teve de enfrentar um Felipe Fraga impecável, que, sem se esforçar muito, conseguiu colocar mais de 0s3 em cima de sua melhor volta.

Mesmo assim, Rubinho - 29 pontos atrás de Fraga no campeonato - não desanima. O piloto de 44 anos entende que pode trabalhar com sua equipe ainda até a prova deste domingo para conseguir dar um pulo no acerto de seu carro.

“Estava no limite, não tinha nada para tirar”, disse Barrichello ao Motorsport.com após a classificação em Minas Gerais.

“Não sabia se minha volta era suficientemente boa para bater o tempo do Marcos (Gomes). Mas minha volta foi no limite. Parece que o (Felipe) Fraga estava com folga. Ele está com um equilíbrio melhor. Vamos ver como vai ser para amanhã. Temos ainda 24h para pensarmos em tudo.”

“A gente conseguiu um bom acerto do carro, só que o Fraga conseguiu um acerto ainda melhor. Ele está de parabéns por aquilo que conquistou.”

“A estratégia é tentar minimizar todos os problemas e chegar na frente. A expectativa para amanhã é de calor e de muitos Safety Cars. Mas esperamos que isso não aconteça, porque aqui as intervenções podem ser longas.”

“Temos o muro um pouco perto da pista, precisaríamos de áreas de escape melhores para isso não acontecer. Se for igual hoje e ontem, vamos ter que ficar de olho na estratégia.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Stock Car Brasil
Evento Curvelo
Pista Circuito dos Cristais - Curvelo
Pilotos Rubens Barrichello
Tipo de artigo Últimas notícias