Equipe Schin confirma notificação por doping de Rafa Matos

Time de Carlos Alves confirma por meio de nota que irá agir de forma “ética e responsável” mediante ao caso

A assessoria da Brasil Kirin, grupo dono da marca Schin – que patrocina a Stock Car e os carros da equipe de Carlos Alves – confirmou por meio de nota que foi notificada do doping do piloto mineiro Rafa Matos após teste realizado em Curitiba.

Mais tarde, a Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) confirmou os caso, mas sem dizer qual substância foi acusada no antidoping. Além dele, o brasiliense Lucas Foresti, da equipe AMG, também foi pego no exame por ter em seu organismo esteroides anabolizantes. Os dois estão suspensos temporariamente por 30 dias e irão apresentar a defesa em até cinco dias.

"Por decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), foi determinado o afastamento dos pilotos Lucas Constantino Bethonico Foresti (Lucas Foresti) e Raphael Costa Silva Matos (Rafa Matos) das competições automobilísticas em razão dos resultados de exames antidoping desportivo pelas empresas especializadas e credenciadas pela WADA – Agência Mundial Antidoping", diz a nota da CBA.

"Os pilotos foram comunicados sobre a decisão do afastamento de competições automobilísticas pelo prazo de 30 dias, tendo o prazo de cinco dias para remeterem suas defesas à Comissão Disciplinar do STJD da Confederação Brasileira de Automobilismo", completa a nota.

A equipe Schin promete apoiar o piloto. "A Schin Racing Team, equipe que preza pelo respeito às regras e sempre agiu de forma ética e responsável, informa que está analisando o caso de doping do piloto Rafa Matos, que compete com o carro número #02 da equipe”, disse.

“Durante este processo, a equipe dará todo o suporte necessário para o piloto e contribuirá para apuração do caso.”

 

 

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Stock Car Brasil
Pilotos Rafa Matos
Tipo de artigo Últimas notícias