Altmann: Rubinho precisa ser avaliado para voltar às pistas

Dino Altmann, médico da Stock Car e do GP Brasil de Fórmula 1, conversou com Rubens Barrichello e disse ao piloto que ele precisa de liberação de um neurocirurgião para voltar às pistas

No dia 27 de janeiro, Rubens Barrichello foi internado depois de sentir dores de cabeça em casa. Diagnosticado com um princípio de AVC (Acidente Vascular Cerebral), Rubinho chegou a passar pela UTI (Unidade de Terapia Intensiva) de um hospital dos Estados Unidos, onde mora, antes de receber alta, no último dia 7 de fevereiro.

Dino Altmann, médico da Stock Car e do GP Brasil de Fórmula 1, disse em entrevista ao Motorsport.com Brasil que o piloto, duas vezes vice-campeão da F1 e dono do título de 2014 da Stock Car, vai precisar de liberação de um neurologista para poder voltar a competir na Stock Car.

“O médico que o acompanha lá precisa dizer que ele está apto a participar das provas aqui, ou passar por um neurologista daqui”, disse Altmann, que tem por especialidade cirurgia oncológica.

“Não sei detalhe nenhum, mas sei que ele está na Flórida e está sendo acompanhado lá. Acredito que ele deva passar por avaliação lá, mas a gente aceita a decisão deles”, completou.

O médico contou também que conversou com Barrichello e disse ao piloto que precisa de liberação médica para voltar a pilotar.

“Nós conversamos e ele me disse que está super bem, mas não tenho nenhum detalhe e não vi nenhum exame dele. O que eu sei é baseado na conversa que tivemos e, segundo ele, pretende competir aqui. Mas disse a ele que precisa de uma liberação dos médicos”, concluiu.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Stock Car Brasil
Pilotos Rubens Barrichello
Tipo de artigo Últimas notícias