Estreante de 18 anos, Felipe Fraga vence em Interlagos e larga na frente na Stock

Ao lado do convidado Rodrigo Sperafico, Fraga cruzou na frente de Valdeno Brito/Bleekemolen e Marcos Gomes/Giallombardo

Com dezoito anos e ainda sem carta de motorista, Felipe Fraga é o novo líder da Stock Car. Ao lado do convidado Rodrigo Sperafico, o piloto tocantinense venceu a primeira corrida da temporada, disputada neste domingo em Interlagos. Na segunda posição chegou o carro #77 de Valdeno Brito e Jeroen Bleekemolen. Marcos Gomes e Mauro Giallombardo completaram o pódio.

Cacá Bueno e Pato Silva, que conquistaram a pole no sábado, acabaram prejudicados por uma parada demorada nos boxes e terminaram apenas na 7º posição, logo atrás de Átila Abreu e Nelsinho Piquet. Rubens Barrichello se envolveu em dois toques, foi para o final do grid, mas ele e seu convidado Augusto Farfus conseguiram se recuperar bem e terminaram em 9º. Bruno Senna, ao lado de Antonio Pizzonia, terminou em 22º.

A prova de estréia da Stock teve um formato diferente. Sessenta e seis pilotos participaram do fim de semana, já que cada piloto que disputará o campeonato regularmente, trouxe um convidado para revezar na direção do carro.

Com uma leve garoa, as ações começaram com os pilotos regulares na pista. Na primeira volta com Safety Car, antes da largada lançada, Thiago Camilo ficou parado na reta dos boxes, com problema no câmbio e acabou abandonando. Enquanto o Safety Car estava na pista, a chuva apertou e depois de oito minutos, o carro de segurança entrou no pit.

Cacá Bueno estava na ponta, após conquistar a pole no sábado e, assim que a bandeira verde foi acionada, o piloto da Red Bull manteve a ponta, com Daniel Serra ultrapassando Felipe Fraga e pulando para segundo. Valdeno Brito também passou o piloto da Vogel e logo depois foi para segundo. Ainda na primeira volta, Felipe Fraga recuperou a posição de Daniel Serra, pulando para terceiro. Rubens Barrichello, que largou em nono, era o oitavo ao fim da primeira passagem.

O ex-piloto da F1 abriu a segunda volta tentando escalar o grid e já era o sexto, quando tentou ultrapassar Denis Navarro, mas os dois acabaram se tocando e rodando. Barrichello conseguiu retornar à pista, mas quando Navarro tentou voltar, rodou novamente e ficou no meio da pista. Vitor Genz não teve como frear e acertou o carro #5. Max Wilson também se envolveu no acidente e os três abandonaram. Rubinho, com o pneu traseiro furado, foi para os boxes.

“A visão estava muito prejudicada, não dava para ver direito, mas acho que o Rubinho foi um pouco afoito ali no S do Senna e acabou tocando na traseira do meu carro”, disse Denis Navarro à Rede Globo.

Faltavam 30 minutos para o final da prova, quando o Safety Car deixou a pista novamente. Cacá novamente manteve a primeira posição, com Valdeno Brito em segundo. Rubinho estava em 25º, tentando se recuperar, quando novamente se envolveu em acidente com Felipe Lapenna. Mas os dois permaneceram na pista.

O primeiro a entrar nos boxes entre os líderes, para dar lugar ao companheiro, foi justamente o ponteiro Cacá Bueno, na volta 13, quando faltavam 20 minutos para o fim da corrida. O argentino Pato Silva assumiu então a direção do carro #0, mas a equipe não fez uma boa troca de pneus e reabastecimento.

Felipe Fraga e Valdeno Brito, nessa ordem, entraram nos boxes na passagem seguinte. O trabalho da equipe dos dois foi melhor que a de Cacá e Rodrigo Sperafico, dupla de Fraga, passou a liderar, entre os que já haviam parado.

“Não estou nem acreditando. Nunca tinha andando com o carro na chuva. Fui seguindo o Cacá, vendo a linha dele, mas o Valdeno me segurou bastante, lutou bastante comigo. Espero agora vencer a corrida”, disse o estreante Felipe Fraga, de 18 anos, enquanto Sperafico dirigia o seu carro e assumia a primeira posição real, com Jeroen Bleekemolen, companheiro de Valdeno em segundo.

Na volta 18, Bruno Senna, que vinha em 24º, rodou e, um pouco antes, o argentino Pato Silva e o italiano Alessandro Pier Guidi, ambos da Red Bull, duplas de Cacá e Daniel Serra, respectivamente, se tocaram. Os dois permaneceram na pista, mas pouco mais tarde foram superados por Nelsinho Piquet. Dupla de Átila Abreu, Nelsinho assumia a quinta posição.

Na ponta, Rodrigo Sperafico levava o carro #88 sem problema e ele não foi atrapalhado nem pelos destroços do capô do carro #110, dirigido por Chico Serra, recebendo a bandeira quadriculada, após 25 voltas. O holandês Jeroen Bleekemolen deixou o carro de Valdeno Brito em segundo e Mauro Giallombardo, dupla de Marcos Gomes cruzou em terceiro.

Com o resultado, Felipe Fraga soma 12 pontos no campeonato, Valdeno tem 11 e Marcos Gomes, 10. A próxima corrida da temporada será dia 13 de abril, em Santa Cruz do Sul.

Veja o resultado da primeira etapa da temporada:

1. Felipe Fraga/Rodrigo Sperafico, a 00:52:56.982
2. Valdeno Brito/Jeroen Bleekemolen, a 00:53:02.885
3. Marcos Gomes/Mauro Giallombardo, a 00:53:07.786
4. Sergio Jimenez/Mark Winterbottom, a 00:53:08.041
5. Daniel Serra/Alessandro Pier Guidi, a 00:53:14.931
6. Átila Abreu/Nelson Piquet Jr, a 00:53:15.692
7. Cacá Bueno/Juan Manuel Silva, a 00:53:15.917
8. Tuka Rocha/Craig Dolby, a 00:53:19.071
9. Rubens Barrichello/Augusto Farfus, a 00:53:22.256
10. Popó Bueno/Gabriel Ponce de Léon, a 00:53:24.914
11. Ricardo Zonta/Diego Aventin, a 00:53:28.547
12. Julio Campos/Fabio Carbone, a 00:53:29.081
13. Galid Osman/Cesar Ramos, a 00:53:33.148
14. Nonô Figueiredo/Miguel Molina, a 00:53:34.053
15. Ricardo Mauricio/Oswaldo Negri, a 00:53:35.757
16. Bia Figueiredo/Duda Pamplona, a 00:53:47.152
17. Luciano Burti/Ricardo Rosset, a 00:53:52.421
18. Raphael Matos/Felipe Maluhy, a 00:53:57.304
19. Felipe Lapenna/Chico Serra, a 00:53:57.901
20. Gabriel Casagrande/Enrique Bernoldi, a 00:53:58.540
21. Lucas Foresti/Antonio Jorge Neto, a 00:53:58.575
22. Antonio Pizzonia/Bruno Senna, a 00:54:01.518
23. Felipe Tozzo/Claudio Ricci, a 00:54:03.922
24. Fabio Fogaça/David Muffato, a 00:54:07.804
25. Rafael Suzuki/Giuliano Losacco, a 00:54:15.520
26. Diego Nunes/Jaime Melo, a 00:39:55.503
27. Beto Cavaleiro/Fabio Carreira, a 00:35:25.941
28. Vitor Genz/Vitor Meira, a 00:13:12.521
29. Denis Navarro/Alvaro Parente, a 00:10:03.937
30. Max Wilson/Dean Canto, a 00:10:08.173
31. Allam Khodair/Bruno Junqueira, a 00:10:09.443
32. Alceu FeldmannRoberto Merhi, a 00:08:12.980
33. Thiago Camilo/Lucas Di Grassi abandonaram

Classificação do campeonato:

1. Felipe Fraga, 12 pontos
2. Valdeno Brito, 11 pontos
3. Marcos Gomes, 10 pontos
4. Sergio Jimenez, 9 pontos
5. Daniel Serra, 8 pontos
6. Átila Abreu, 7 pontos
7. Cacá Bueno, 6 pontos
8. Tuka Rocha, 5 pontos
9. Rubens Barrichello, 4 pontos
10. Popó Bueno, 3 pontos
11. Ricardo Zonta, 2 pontos
12. Julio Campos, 1 ponto
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Stock Car Brasil
Tipo de artigo Últimas notícias