Fraga comemora vitória em “corrida sem risco” em Curvelo

Piloto tocantinense garante frente de 37 pontos antes de última prova e destaca trabalho da Cimed Racing

Depois ter ficado sem combustível a duas curvas do fim na corrida 2 de Goiânia há duas semanas, Felipe Fraga viu seu principal rival na luta pelo título da Stock Car ficando também sem gasolina a poucos metros do fim neste domingo (20) em Curvelo.

Rubens Barrichello, terceiro na corrida 1, era o primeiro na corrida 2 até a última curva, quando ficou sem combustível e não conseguiu sequer pontuar. Também sem marcar na segunda corrida, Fraga manteve a diferença conquistada na primeira bateria, 37 pontos, após dobradinha da Cimed Racing, com Marcos Gomes em segundo.

"Essa vitória tem o selo da Cimed Racing. Nós sempre demos mais importância para tentar vencer a primeira corrida e as minhas cinco vitórias vieram dessa maneira”, falou.

“Eu queria agradecer todos do nosso box por essa vitória e também o Marquinhos, que fez uma grande corrida para fazermos essa dobradinha pelo nosso time",

Ele revelou que perdeu a ponta para Barrichello após o Safety Car por um defeito na ativação do push to pass.

“Quando fomos relargar, apertei o push mas o botão falhou. No que eu entrei na reta na volta seguinte eu apertei o botão uma quatro vezes antes de entrar na reta”, continuou.

“O push entrou e eu consegui passar, graças a Deus. Foi perfeito. Foi uma corrida sem risco. Não precisei forçar nenhuma volta além das primeiras, que eu tive que passar ele. Depois foi sossegado. O Marquinhos (Gomes) também me deu uma força. Trabalho em equipe, devo isso tudo à Cimed Racing.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Stock Car Brasil
Evento Curvelo
Pista Circuito dos Cristais - Curvelo
Pilotos Felipe Fraga
Tipo de artigo Últimas notícias