Gomes comemora volta por cima após treino ruim: “dormi mal”

Ao lado de Antonio Pizzonia, atual campeão da categoria começa 2016 com tudo em última prova de Curitiba

Esperto na escolha de seu parceiro, Marcos Gomes garantiu neste domingo na Corrida de Duplas sua décima vitória na Stock Car. Saindo de quinto, o piloto da Voxx fez bom início de prova e entregou o carro para seu companheiro, Antonio Pizzonia, na briga pela liderança da etapa.

Usando sua experiência, o amazonense passou o jovem Guilherme Salas, dupla de Ricardo Maurício, e garantiu a vitória, a terceira na Stock para si.

“Sem dúvida começamos bem. Principalmente depois da classificação ruim ontem da minha parte”, lembrou Gomes ao Motorsport.com.

“Foi um final de semana difícil, estava gripado. Não sei se estava 100%, mas fui mal ontem. Dormi chateado e nervoso comigo. Fizemos um excelente início de corrida e dei o carro para o Pizzonia que fez um trabalho sensacional ontem, salvou a gente na classificação. Entreguei o carro para ele brigando pelo segundo lugar.”

“Aí ele foi para cima, passou o líder e administrou o carro com os pneus bem gastos para conseguirmos a vitória. É maravilhoso para o time e espero que continuemos com este desempenho até o final da temporada para quem sabe brigar pelo título de novo.”

Pizzonia também comemorou a conquista e espera ter feito a diferença em um possível bicampeonato de Gomes. “Uma pena que minha volta à Stock tenha sido muito curta, apenas uma corrida. Estou muito feliz pelo convite do Marquinhos e da equipe”, iniciou.

“Era uma responsabilidade muito grande, porque é o campeão da temporada. Defender estes dois títulos não seria fácil. Graças a Deus deu tudo certo. Espero que esses seis pontos para o Marquinhos façam diferença.”

Futuro incerto do autódromo

Gomes também disse que a vitória o deixou com sentimentos misturados após esta que pode ter sido a última corrida da Stock Car em Curitiba.

“Muita tristeza por deixar este autódromo. Sempre me trouxe muitas alegrias”, disse.

“Corri aqui pela primeira vez de carro, em 2002 na Fórmula Renault. E agora encerrar essa história com uma vitória é legal por um lado, mas chato por outro porque é um circuito que temos um carinho enorme.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Stock Car Brasil
Tipo de artigo Últimas notícias