Para Cacá, Gomes pode sentir pressão nas últimas três etapas

Sem experiência de disputar um título tendo a melhor performance, pentacampeão vê Marquinhos mais suscetível a erros

Fazendo uma temporada brilhante até aqui, Marcos Gomes tem sua melhor oportunidade desde 2008 de ganhar um título da Stock Car, se consolidando como o único filho de campeão na história a repetir a façanha do pai – o tetracampeão Paulo Gomes.

O desafiante do piloto paulista é um cara acostumado a este tipo de situação. Cacá Bueno ganhou na última década cinco dos dez campeonatos disputados, e sempre esteve entre os favoritos ao título.

Falando ao Motorsport.com, o carioca da Red Bull vê esta como sua maior força para bater o atual líder da temporada.  “Já ganhei muitos campeonatos e já perdi outros tantos. Sei muito bem como é ganhar e como é perder”, iniciou.

“Sem dúvida nenhuma isso me dá uma tranquilidade de enfrentar uma decisão de campeonato, não cometer erros e saber fazer pontos. Há a questão da experiência neste caso, de não ficar nervoso e não errar. É o meu trunfo. Mas preciso estar bem tecnicamente e amparado por uma boa equipe e um bom carro.”

Para Cacá, o fato de nunca ter vencido muitas corridas em sequência pode ser o ponto fraco de Gomes.

“Ele já apresentou este rendimento em muitos anos em alguns momentos, mas nunca durante uma temporada completa”, avisa o carioca.

“Às vezes pilotos sem experiência de andar na frente podem assumir riscos que causam problemas sérios a eles mesmos. Isso está sendo difícil de explorar no Marquinhos, porque ele está muito bem. Mas claro, o fato de ele nunca ter ganho um título pode pesar. Ele pode sentir a pressão de aproveitar a oportunidade que tem. E isso nós temos de explorar.”

Sem intercâmbio de informações

Cacá Bueno já atuou na equipe Red Bull de Andreas Mattheis ao lado de William Lube (chefe da Voxx) e outros integrantes do time de Gomes, mas isso não faz com que a competição seja menos acirrada do que com outras escuderias.

“Houve uma parceria na montagem da equipe do Marcos Gomes com o Andreas.”

“Mas, sinceramente, não troco dados com ele, não vejo a telemetria deles. Não sei se ele [Gomes] vê a minha, mas eu não vejo a dele. Há uma parceria tecnológica com o time da Shell, mas a Voxx não é tão próxima.”

“Mas todos são meus adversários. Voxx, Shell e meu companheiro de equipe. Quero ganhar, entrei aqui para ganhar. Há um carinho, mas todos querem ganhar de todos.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Stock Car Brasil
Pilotos Caca Bueno
Tipo de artigo Últimas notícias