Realista, Boesel busca aprender nas primeiras quatro provas

Estreante pela equipe Comprafacil JF, sobrinho de Raul Boesel critica falta de testes apropriados para novatos na Stock Car

Pedro Boesel

Um sobrenome famoso está entre os estreantes da Copa Caixa Stock Car em 2012. Depois de duas temporadas na Copa Chevrolet Montana, Pedro Boesel dá o passo mais ambicioso de sua carreira.

Sobrinho de Raul Boesel, ex-piloto de F-1 e Indy, o piloto da equipe Comprafacil JF admitiu a dificuldade em lidar com o modelo JL09, bastante diferente do que estava acostumado nas picapes, que são bem mais rústicas na pilotagem.
 
"Está sendo difícil, lento. É diferente, bastante diferente do que estou acostumado. Um ponto a desenvolver é a intensidade da freada, pois este é um carro que tem mais chão, mais aderência, faz mais curvas e você consegue carregar mais a velocidade na curva", destaca Boesel ao TotalRace
 
"Estou com o vício dos carros da Montana, onde eu parava mais. Com isso, estou freando mais que o preciso, mas é tudo questão de adaptação aos freios, andar com pneus zero e ter mais horas de vou. O ponto a desenvolver são as freadas."
 
Apesar de apenas dois dias de treinos antes do campeonato, Boesel celebrou o fato de esses ensaios existirem em 2012, ao contrário dos anos passados. "Já é bem mais que nos anos anteriores. Nesse sentido, não posso reclamar. Seria interessante, mas entendo o limite de redução de treinos. Se bem que eles podiam abrir alguns treinos privados aos estreantes, de maneira a equilibrar mais e dar chances a quem está entrando. Não será possível, não é o suficiente, mas é o que temos."
 
Por fim, Boesel é realista quanto às metas para a temporada: "O objetivo inicial é aprender e estou muito tranquilo quanto a isso. Claro, a gente sempre quer aprender rápido, mas sei que é complicado. O nível técnico é muito alto, os pilotos são muito bons, assim como as equipes também."
 
"No primeiro quarto do campeonato, o intuito é andar, andar, andar e fugir de problemas. Dei mais de 100 voltas nos testes, o que está dentro do objetivo. Claro que, quanto mais rápido, melhor. A partir da primeira metade do campeonato vamos pensar em pontos e terminar bem as corridas", completa.
 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Stock Car Brasil
Tipo de artigo Últimas notícias