Se despedindo, Átila dedica vitória ao time: “ano difícil”

De ida para Shell, sorocabano fecha ciclo de sete anos com a AMG com a sétima vitória da carreira na Stock Car

Ironias do destino. Átila Abreu viu a vitória que poderia vir a conquistar em Curitiba há dois meses desaparecer após um problema na luz de freio, o que o forçou a ir aos pits e abandonar a corrida.

Duas etapas depois, a moeda virou. Em segundo, o piloto viu o carro da Shell de Valdeno Brito não acender as luzes de freio. O time bem que tentou consertar o problema no grid. No entanto, sem sucesso, o paraibano teve de entrar nos pits enquanto liderava a corrida, dando a vitória a Átila.

O mais irônico, é que o piloto sai neste ano da equipe AMG para ir para o lugar de Valdeno na Shell Racing. Na despedida, um marcou a pole e o outro venceu.

"Pois é. Eu perdi a corrida de Curitiba pela luz de freio, mas não acho justo alguém perder uma corrida por isso. É uma pena porque o Valdeno seria um grande adversário na corrida. Queria que a disputa fosse na pista."

“Não era o ano que a gente esperava. Mas o automobilismo tem disso, dias bons e dias ruins”, disse ao MOTORSPORT.COM em Interlagos.

“Melhoramos muito o carro nas etapas finais, todos puderam ver. Tivemos chances de ganhar estas últimas três etapas. Em Curitiba foi a luz de freio e em Tarumã foi um toque besta – tinha um carro muito bom para vencer.”

“Mas ganhamos, depois de sete anos na AMG eu me despeço com uma vitória. Acho que não poderíamos ter um presente melhor depois de um ano tão difícil, onde tudo deu errado para nós, foi um campeonato muito ruim.”

“Foi difícil, mas eu agradeço a todos que fizeram e fazem parte deste trabalho. Vou ter um novo desafio agora, mas não digo adeus, digo até breve. É um time muito bacana, desejo tudo de bom para eles. Vamos comemorar a vitória hoje, porque amanhã começa 2016.”

Foi a primeira vitória de Átila em Interlagos, pista com a qual o piloto tinha negócios pendentes após abandonar a última prova de 2013 a duas voltas do fim enquanto liderava. “Acabou que a vitória veio em Interlagos. Um templo do automobilismo, um lugar que eu nunca tinha vencido.”

“Há dois anos eu perdi a corrida por um problema na bomba de combustível. Mas hoje deu tudo certo. Vamos comemorar bastante e vamos esperar o ano que vem. Agradeço a todos os meus patrocinadores que fazem este momento ser possível e sempre estiveram comigo. Agora é comemorar.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Stock Car Brasil
Evento Interlagos
Sub-evento Domingo
Pista Interlagos
Pilotos Atila Abreu
Tipo de artigo Últimas notícias