Stock em Cascavel: Curva do Bacião, a "Eau Rouge brasileira"

De raio longo e após uma grande reta em descida, a curva é inclinada a 180º, lembrando sua "parente" na Bélgica

A Stock Car chega a sua oitava etapa do campeonato 2012 encarando um desafio que há muito tempo não enfrentava: a Curva do Bacião.  Como desde 1992 a categoria não conta com a pista de Cascavel no calendário, quase nenhum piloto tem experiência no traçado, o que é bom para os estreantes.

Tuka Rocha, o melhor novato do ano passado, e Galid Osman, o melhor da atual temporada, são os pilotos que formam a dupla da BMC, dizem que estão muito confiantes e animados e que andarão bem em um dos autódromos da velha guarda da categoria.

Sobre o Bacião, Tuka Rocha comparou a ansiedade de percorrer a curva do Autódromo Internacional Zilmar Beux com da mítica Eau Rouge, de Spa-Francorchamps: "É raro no Brasil ter uma curva tão famosa e desafiadora assim. Da mesma maneira quando eu cheguei a Spa-Francorchamps para  correr na Europa e fiquei ansioso para ver como era pilotar na Eau Rouge, todo mundo da Stock Car está curioso para saber como será esse contorno do Bacião".

O Bacião é uma curva de raio longo, inclinada em 180º e surge depois de uma reta em descida, fazendo com que a aproximação ocorra em altíssima velocidade. Tanto, que, quando se corria de Fórmula, usava-se uma chicane antes para se diminuir a velocidade. "Inclusive a lembrança que eu tenho de Cascavel quando corri lá de Fórmula 3 era essa chicane, mas como tem muito tempo, vou começar do zero", finalizou Tuka.

Para o chefe de equipe da BMC, Maurício Ferreira, "com base nos dados adquiridos em nosso simulador, a aproximação da curva será feita a 230 km/h. A velocidade mínima de contorno será próxima de 170 km/h e, na saída, vai aumentando progressivamente até retomar os 200 km/h novamente para o trecho seguinte do circuito", explicou.

A etapa que marca o retorno de Cascavel à Stock Car será neste domingo, dia 16, e terá transmissão ao vivo da TV Globo às 9h35.

Veja a programação para a etapa de Cascavel:

Sexta-feira, dia 14
08h50 - 09h30: Treino Extra (1º Grupo)
09h40 - 10h20: Treino Extra (2º Grupo)
11h50 - 12h30: 1º Treino Livre (1º Grupo)
12h40 - 13h20: 1º Treino Livre (2º Grupo)
15h20 - 16h00: 2º Treino Livre (1º Grupo)
16h10 - 16h50: 2º Treino Livre (2º Grupo)

Sábado, dia 15
08h20 - 09h00: 3º Treino Livre (1º Grupo)
09h10 - 09h50: 3º Treino Livre (2º Grupo)
12h10 - 13h00: Classificação

Domingo, dia 16
09h35: Largada (40 min de prova + 1 volta)

Classificação após 7 etapas:
01 - Cacá Bueno - 115
02 - Ricardo Maurício - 110
03 - Daniel Serra - 95
04 - Thiago Camilo - 86
05 - Max Wilson - 79
06 - Átila Abreu - 75
07 - Luciano Burti e Valdeno Brito - 72
09 - Nonô Figueiredo - 69
10 - Julio Campos - 67
11 - Allam Khodair - 64
12 - Marcos Gomes - 56
13 - Denis Navarro - 51
14 - Lico Kaesemodel - 45
15 - Antônio Pizzonia - 42
16 - Galid Osman - 41
17 - Duda Pamplona - 38
18 - David Muffato e Diego Nunes - 34
20 - Ricardo Sperafico e Ricardo Zonta - 33
22 - Xandinho Negrão - 31
23 - Rodrigo Sperafico - 25
24 - Pedro Boesel - 23
25 - Felipe Maluhy - 19
26 - Popó Bueno - 18
27 - Vitor Meira - 16
28 - Tuka Rocha - 14
29 - Eduardo Leite - 10
30 - Alceu Feldmann - 9
31 - Giuliano Losacco - 7
32 - Diego Freitas - 1
 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Stock Car Brasil
Tipo de artigo Últimas notícias