Stock: Regras mudarão completamente a pilotagem, diz Maurício

Falando ao TotalRace, campeão de 2008 reprova veementemente a pontuação dobrada na última etapa; ouça áudio!

Ricardo Maurício: simulações e mais simulações (Duda Bairros/Vicar)

Novo ano, novas regras, uma nova corrida. Para Ricardo Maurício, em entrevista exclusiva ao TotalRace, os pilotos da Copa Caixa Stock Car terão de reaprender a pilotar, pois as mudanças proporcionarão corridas completamente diferentes das que estão acostumados.

Segundo o campeão de 2008, que corre na Eurofarma RC, o fato de não ter reabastecimento mais e os carros dos dez primeiros serem lacrados após a classificação fará com que a abordagem dos pilotos para a corrida seja totalmente o oposto do ano passado.
 
"Vai ter de mudar completamente a pilotagem. Teremos de fazer uma classificação sempre no limite com um provável carro de corrida e, se você for com um carro mais agressivo na classificação, terá de dosar o acelerador na corrida, cuidar das freadas. Qualquer bloqueada nas rodas fará a diferença", conta.
 
"Com um carro mais conservador, você será mais lento, mas conseguirá andar 100% o tempo todo e ser mais agressivo no pé. Mas isso vai de cada piloto", destaca Ricardinho, que se mostrou totalmente descontente com esta regra e, principalmente, com a pontuação dobrada da última etapa.
 
"Essa pontuação dobrada na última etapa que não sou à favor. Isso é injusto. Fiz uma conta rápida: se chegarmos com 20 pontos de diferença na última etapa do primeiro para o segundo, se o primeiro abandonar, o segundo será campeão com um décimo lugar."
 
"E não concordo em mexer no carro, isso acaba maquiando um pouco o resultado. As equipes da frente estão trabalhando em acertos que rendam 'médio' na classificação e bem na corrida. Em Salvador e Ribeirão serão corridas totalmente diferentes e o acerto ousado de classificação vai para a corrida. Aí o piloto vai ter de saber dosar."
 
No entanto, o fato de os 20 pilotos melhores colocados na corrida pontuarem deixou Maurício satisfeito. "Algumas coisas me agradaram, como a pontuação. Já fiz um campeonato nesses moldes na F-3 espanhola, com uma pontuação próxima. Isso vai ajudar. Teremos pilotos que vão pensar mais na ultrapassagem, com o risco de bater, mas será um campeonato mais disputado."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Stock Car Brasil
Tipo de artigo Últimas notícias