Thiago Camilo vence em Tarumã e embola o campeonato da Stock Car

Paulista conseguiu sua primeira vitória no ano, seguido por Átila Abreu, Daniel Serra, Ricardo Maurício e Cacá Bueno

Thiago Camilo em Tarumã

Com uma boa largada e sabendo administrar bem o desgaste de pneus, Thiago Camilo foi o vencedor da 9ª etapa da Stock Car 2012, disputada neste domingo em Tarumã. O paulista da RCM aproveitou uma parada nos boxes do pole position Allam Khodair para assumir a ponta e definir sua primeira vitória no ano. Em segundo chegou Átila Abreu, seguido por Daniel Serra. Principais candidatos ao título, Ricardo Maurício e Cacá Bueno vieram a seguir, após disputa intensa no final. 

Com a vitória na prova gaúcha, Thiago Camilo foi a 113 pontos e assumiu a quarta colocação no campeonato. O líder continua sendo Cacá Bueno, agora com 131 pontos, apenas dois a mais que Ricardo Maurício. Daniel Serra é o terceiro com 117 e Átila Abreu o quinto, com 112. "Foi uma corrida de sobrevivência. A preocupação com os pneus começou na quinta-feira, quando demos uma volta a pé pela pista e vimos que o asfalto parecia uma lixa. Acho que aconteceu o mesmo com as outras equipes e desde os treinos começamos a trabalhar no acerto pensando nessa questão", comentou o vencedor da prova. 

"Guiei num ritmo muito lento no começo para poupar pneus. O carro estava muito bem acertado e, mesmo num ritmo mais tranqüilo, consegui ultrapassar o Átila. Talvez tenha forçado um pouco a mais e no final fiquei sem pneus e o Átila chegou muito”, continuou. "Mas fiquei muito feliz por vencer na minha pista preferida", revelou.

Thiago Camilo começou a construir sua vitória na largada, quando pulou do quinto para o terceiro lugar. Allam Khodair manteve a ponta, seguido por Átila Abreu, enquanto Daniel Serra, Ricardo Maurício e Felipe Maluhy fechavam a primeira volta entre os seis primeiros. Cacá Bueno era o décimo.

Na parte de trás do grid, Xandinho Negrão e Lico Kaesemodel se tocaram logo na primeira volta, saíram da pista e abandonaram pouco depois.

Na quinta volta Thiago Camilo passou Átila Abreu e saiu na caça de khodair. A esta altura da prova alguns pilotos já começaram a parar nos boxes para troca de pneus. Devido ao péssimo estado da pista, que não foi recapeada, o desgaste dos compostos estava muito alto. Mesmo assim, muitos pilotos optaram por continuar na pista, pra tentar completar a prova sem fazer nenhuma parada.

“Sabia que o desgaste era preocupante. A gente trabalhava muito com a possibilidade de fazer um pit-stop. Definiríamos na 12ª volta. Minha vontade até era de parar pelas condições do carro, mas como poucos pararam na frente, preferimos continuar", explicou Átila Abreu.

O líder Allam Khodair também resolveu não parar. A tática do piloto da Vogel, no entanto, funcionou apenas até a volta 22, quando faltavam 14 minutos para o fim da prova. Com um pneu furado, Khodair precisou entrar nos boxes e deixou a liderança para Thiago Camilo.

Thiago também estava com os pneus no limite e sua equipe chegou a se preparar para a parada, mas ele resolveu permanecer na pista até o fim. Pouco atrás, Cacá Bueno, que largara em 11º escalava o pelotão e já aparecia em quinto, brigando com seu principal adversário no campeonato, Ricardo Maurício. Na última volta Cacá ultrapassou, mas Ricardo Maurício conseguiu devolver e terminar na frente, colando no rival na briga pelo título.

Thiago Camilo conseguiu permanecer na pista até o fim e recebeu a bandeirada após 37 voltas. Átila Abreu chegou em segundo, menos de um segundo atrás e Daniel Serra completou o pódio.

Confira o resultado do GP de Tarumã:

1º) Thiago Camilo (RCM Motorsport/Chevrolet), 37 voltas em 41min48s299
2º) Átila Abreu (Mobil Super Pioneer Racing/Chevrolet), a 0s947
3º) Daniel Serra (Red Bull Racing/Chevrolet), a 5s206
4º) Ricardo Mauricio (Eurofarma RC/Chevrolet), a 7s888
5º) Cacá Bueno (Red Bull Racing/Chevrolet), a 8s153
6º) Valdeno Brito (Shell Racing/Peugeot), a 12s832
7º) Max Wilson (Eurofarma RC/Chevrolet), a 18s170
8º) Denis Navarro (Vogel Motorsport/Chevrolet), a 19s680
9º) Nono Figueiredo (Mobil Super Pioneer Racing/Chevrolet), a 24s277
10º) Ricardo Zonta (Linea Sucralose/Chevrolet), a 30s138
11º) Allam Khodair (Vogel Motorsport/Chevrolet), a 33s346
12º) Giuliano Losacco (Shell Racing/Peugeot), a 34s662
13º) Luciano Burti (Itaipava Racing Team/Peugeot), a 37s412
14º) Eduardo Leite (Hot Car Competições/Chevrolet), a 38s063
15º) Galid Osman (BMC Racing/Chevrolet), a 44s989
16º) Duda Pamplona (Officer ProGP/Chevrolet), a 45s900
17º) Popó Bueno (Linea Sucralose/Chevrolet), a 49s480
18º) Antonio Pizzonia (Comprafacil Nascar JF/Peugeot), a 52s819
19º) Diego Nunes (Hot Car Competições/Chevrolet), a 56s446
20º) Vitor Meira (Officer ProGP/Chevrolet), a 57s725
21º) Rodrigo Sperafico (Prati-Donaduzzi Racing/Peugeot), a 1min03s702
22º) Tuka Rocha (BMC Racing/Chevrolet), a 1min13s535
23º) David Muffato (Itaipava Racing Team/Peugeot), a 1 volta
24º) Julio Campos (Carlos Alves Comp./Peugeot), a 1 volta
25º) Pedro Boesel (Comprafacil Nascar JF/Peugeot), a 1 volta
26º) Claudio Ricci (Bassani Racing/Peugeot), a 1 volta
27º) Patrick Gonçalves (Carlos Alves Comp./Peugeot), a 1 volta
28º) Matheus Stumpf (Bassani Racing/Peugeot), a 2 voltas

Não completaram:

Ricardo Sperafico
Felipe Maluhy
Lico Kaesemodel
Xandinho Negrão

Classificação do campeonato, após a 9ª etapa:

1º) Cacá Bueno, 131 pontos
2º) Ricardo Maurício, 129
3º) Daniel Serra, 117
4º) Thiago Camilo, 113
5º) Átila Abreu, 112
6º) Valdeno Brito, 109
7º) Max Wilson, 108
8º) Nonô Figueiredo, 97
9º) Allam Khodair, 92
10º) Julio Campos, 87
 

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Stock Car Brasil
Tipo de artigo Últimas notícias