Valdeno Brito arrisca na estratégia e vence corrida 1 da Stock

Piloto troca apenas um pneu e coloca menos combustível para superar Cacá Bueno em Santa Cruz do Sul

Valdeno Brito arriscou com a estratégia para vencer a primeira bateria da etapa de Santa Cruz do Sul, em corrida para Daniel Serra esquecer. O piloto da Red Bull liderou por toda a prova, abriu uma boa vantagem, mas teve uma parada acidentada e terminou apenas em 19º. Largando na pole, Cacá Bueno terminou em segundo e Galid Osman saiu de 18º para conquistar seu primeiro pódio na história.

A etapa gaúcha marca a estreia da rodada dupla na Stock Car. Para a segunda corrida, com largada marcada para às 12h20, os carros não podem ser reabastecidos ou trocar pneus.

Na largada, Cacá Bueno mandou a ponta e Valdeno Brito tentou atacar e acabou sendo ultrapassado por Daniel Serra. Quem não passou da primeira curva foi Luciano Burti e Fábio Fogaça, que acabaram causando o Safety Car.

No momento, o resto do top 10 era formado por Marcos Gomes, que largara em 19º e trouxe junto Galid Osman, que saíra de 18º, Allam Khodair, Tuka Rocha, Ricardo Maurício, Daniel Suzuki e Vitor Genz. Rubens Barrichello caiu para 18º em uma primeira volta com muitos toques.

Na relargada, os dois carros da Red Bull pularam na frente, em uma briga particular. Com cinco voltas completadas, Daniel Serra ultrapassou o companheiro até com certa facilidade. Andando por todo o final de semana mais atrás, o líder do campeonato Felipe Fraga teve problemas e perdeu muito tempo nos boxes, caindo para último.

Átila Abreu e Thiago Camilo receberam um drive through por terem reabastecido seus carros durante o Safety Car enquanto, na pista, Daniel Serra abria em relação a Cacá Bueno, que via a aproximação de Valdeno Brito.

Com 10 minutos para o final, as cinco primeiras posições mantinham-se inalteradas, com Ricardo Maurício em sexto, seguido por Allam Khodair, Antonio Pizzonia – que foi subindo depois de largar em 20º - Sergio Jimenez e Tuka Rocha.

O líder Daniel Serra aproveitou a primeira volta da janela de pit stop para fazer sua parada e trocou os quatro pneus e teve problemas em seu reabastecimento – o piloto acelerou com o reabastecimento em andamento. Ao mesmo tempo, Cacá Bueno perdia a posição, na pista, para Valdeno Brito.

O novo líder e Cacá foram juntos ao pit stop. Valdeno trocou apenas um pneu e Cacá, dois, além de ter feito dois reabastecimentos. Com as paradas, a primeira posição ficou com Valdeno, com Cacá Bueno em segundo e Galid Osman subindo para a terceira colocação. Isso porque Daniel Serra voltou aos boxes após sua parada desastrada e perdeu muito tempo. Sergio Jimenez ganhou terreno, subindo para quinto.

Com a bandeirada, Valdeno venceu com Cacá em segundo, Galid Osman em terceiro, seguido de Ricardo Maurício, Sergio Jimenez, Marcos Gomes, Raphael Matos, Denis Navarro e Antonio Pizzonia. A segunda bateria seria disputada com o grid invertido, o que levaria Pizzonia à pole. Porém, foi descoberto um problema com a cronometragem e o décimo posto ficou com Allam Khodair.

Confira a classificação da primeira bateria

1º Valdeno Brito              Shell Racing        42:36.780
2º Cacá Bueno                  Red Bull Racing +16.043
3º Galid Osman                                Ipiranga-RCM    +16.570
4º Ricardo Mauricio        Eurofarma RC    +17.214
5º Sergio Jimenez           Voxx Racing Team          +27.453
6º Marcos Gomes           Schin Racing Team          +27.907
7º Raphael Matos           Hot Car Competições    +28.206
8º Denis Navarro             Voxx Racing Team          +30.337
9º Felipe Lapenna           Hot Car Competições    +30.717
10º Allam Khodair           Full Time Competições +35.675
11º Antonio Pizzonia      Prati-Mico's Racing         +35.562
12º Popó Bueno              Shell Racing        +36.446
13º Tuka Rocha                 RZ Motorsport                  +36.949
14º Julio Campos             Prati-Mico's Racing         +37.316
15º Vitor Genz                  Boettger Competições +37.438
16º Rubens Barrichello  Full Time Competições +42.428
17º Ricardo Zonta            RZ Motorsport                 +42.598
18º Diego Nunes             C2 Team              +51.464
19º Daniel Serra               Red Bull Racing                 +52.715
20º Rafael Suzuki             ProGP                   +54.850
21º Thiago Camilo           Ipiranga-RCM    +1:01.422
22º Bia Figueiredo           ProGP                   +1:02.472
23º Alceu Feldmann       Hanier Racing    +1:12.486
24º Felipe Tozzo              Boettger Competições +1:19.255
25º Lucas Foresti             RC3 Bassani        1 volta
26º Átila Abreu                 Mobil Super Racing        1 volta
27º Beto Cavaleiro          Hanier Racing    3 voltas  
28º Felipe Fraga               Vogel Motorsport           6 voltas
Não completaram: Gabriel Casagrande, Nonô Figueiredo, Max Wilson, Luciano Burti e Fabio Fogaça. 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Stock Car Brasil
Tipo de artigo Últimas notícias