Zonta vence e Ricardo Maurício conquista o título da Stock Car

compartilhar
comentários
Zonta vence e Ricardo Maurício conquista o título da Stock Car
Por: Guilherme Carvalho
15 de dez de 2013 12:13

Corrida do Milhão teve reviravolta na disputa pelo campeonato nas últimas voltas, após Thiago Camilo perder posições

Com uma reviravolta nos últimos minutos, o paulista Ricardo Maurício ultrapassou Thiago Camilo e conquistou pela segunda vez o título da Stock Car. O piloto da Eurofarma chegou em segundo neste domingo na Corrida do Milhão, em Interlagos, e foi a 218 pontos na tabela. Thiago Camilo, que começou a prova na liderança do campeonato e ficou na frente do rival durante quase toda a prova, caiu para a sexta posição nas últimas duas voltas, somando 215 pontos. A vitória em Interlagos e o prêmio de 1 milhão de reais ficaram com Ricardo Zonta. Cacá Bueno completou o pódio.

Foi o segundo título de Ricardo Maurício na Stock. Ele já havia sido campeão em 2008. "Foi um campeonato muito disputado, o mais disputado dos últimos anos. Eu escolhi uma estratégia um pouco diferente em relação aos pneus e cheguei melhor que o Thiago nas últimas voltas. Sabia que teria que ser no miolo", disse Maurício sobre a ultrapassagem em Camilo.

Ricardo Zonta também tinha motivos para comemorar. Foi sua primeira vitória na Stock Car e logo com o prêmio de R$ 1 milhão. "o dinheiro para mim não significa nada, mas a vitória é tudo. A equipe conquistou este resultado, foi uma estratégia perfeita", considerou.

Mesmo na liderança, Thiago Camilo precisava da vitória para não depender de nenhuma outra combinação de resultados. Saindo em terceiro, ele ultrapassou Ricardo Zonta na largada e colou no pole Allam Khodair. Ricardo Maurício também se deu bem, passando de sexta para a quarta posição. O único acidente da largada foi com Sergio Jimenez, que saiu da pista e acertou o muro.

Entre os quatro candidatos ao título, o primeiro a deixar a disputa foi Daniel Serra, que saiu da pista com cerca de 15 minutos de prova, ainda tentou voltar, mas acabou abandonando. Apenas Thiago Camilo, Ricardo Maurício e Cacá Bueno permaneciam na luta. Com 23 minutos de prova, os três pararam nos boxes para as trocas de pneus e reabastecimento, mas o líder Allam Khodair decidiu dar mais uma volta antes da parada.

Na volta dos boxes, o piloto da Vogel perdeu a liderança para Ricardo Zonta, mas voltou à frente de Thiago Camilo, que sofria para segurar Ricardo Maurício. Os quatro estavam bem próximos a 15 minutos do final da prova, enquanto Bruno Senna fazia uma boa estréia, aparecendo em 18º lugar, após largar em 28º. Rubens Barrichello também fazia uma boa prova de recuperação, na 9ª posição.

Faltando 10 minutos para o final, Thiago Camilo conseguiu ultrapassar Allam Khodair e botar um carro entre ele e Ricardo Maurício. Logo depois Camilo avisou ao time que algo tinha quebrado no carro, mas ele ainda conseguiu assumir a liderança da prova, ultrapassando Ricardo Zonta. Zonta, no entanto, recuperou a posição a quatro minutos do fim, enquanto Ricardo Maurício ultrapassava Allam Khodair.

O piloto da Eurofarma voltou a pressionar Thiago Camilo e conseguiu a segunda posição a dois minutos do final da prova. Tentando se defender, Thiago Camilo chegou a sair da pista e caiu para a quinta posição, deixando a liderança do campeonato. A última volta começou com Ricardo Maurício sendo campeão, mas pressionado por Cacá Bueno, enquanto Ricardo Zonta seguia na ponta da prova. Os três primeiros mantiveram as posições até o final, com Zonta garantindo o milhão e Ricardo Maurício o bicampeonato.

Resultado da Corrida do Milhão:
 

1. Ricardo Zonta (BMC Racing) – 30 voltas em 51min46s059
2. Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) – a 0.707
3. Cacá Bueno (Red Bull Racing) – a 1.536
4. Allam Khodair (Vogel Motorsport) – a 1.688
5. Max Wilson (Eurofarma RC) – a 4.458
6. Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) – a 4.698
7. Nonô Figueiredo (Mobil Super Pioneer Racing) – a 4.813
8. Luciano Burti (Boettger Competições) – a 15.715
9. Rubens Barrichello (Full Time Competições) – a 18.782
10. Átila Abreu (Mobil Super Pioneer Racing) – a 18.797
11. Valdeno Brito (Shell Racing) – a 23.636
12. Ricardo Sperafico (Officer ProGP) – a 26.104
13. Lico Kaesemodel (Boettger Competições) – a 31.111
14. Denis Navarro (Voxx Racing Team) – a 32.645
15. Bruno Senna (Shell Racing) – a 35.056
16. Felipe Lapenna (Hanier Racing) – a 36.910
17. Duda Pamplona (Officer ProGP) – a 39.693
18. Rafa Matos (Hot Car Competições) – a 46.148
19. Rodrigo Sperafico (Prati-Donaduzzi Racing) – a 55.653
20. Fabio Fogaça (Vogel Motorsport) – a 1:09.534
21. Alceu Feldmann (Full Time Competições) – a 1:10.688
22. Popó Bueno (Shell Racing) – a 1:13.137
23. Lucas Foresti (RC3 Bassani) – a 1:15.752
24. David Muffato (Carlos Alves Competições) – a 1:19.347
25. Rodrigo Pimenta (Gramacho Competições) – a 1:24.602
26. Vitor Genz (Gramacho Competições) – a 1:37.893
27. Beto Cavaleiro (Hanier Racing) – a 3 voltas
28. Tuka Rocha (BMC Racing) – a 3 voltas
29. Marcos Gomes (Carlos Alves Competições) – a 10 voltas
30. Diego Nunes (RC3 Bassani) – a 10 voltas
31. Galid Osman (Ipiranga-RCM) – a 10 votlas
32. Daniel Serra (Red Bull Racing) – a 22 voltas
33. Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing) – a 25 voltas
34. Wellington Justino (Hot Car Competições) –a 27 voltas
35. Sergio Jimenez (Voxx Racing Team) – a 29 voltas

Próxima Stock Car Brasil matéria
Sem chance de título, Allam Khodair faz a pole em Interlagos

Previous article

Sem chance de título, Allam Khodair faz a pole em Interlagos

Next article

Video: Barrichello leva sua família para uma volta em Interlagos

Video: Barrichello leva sua família para uma volta em Interlagos
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Stock Car Brasil
Autor Guilherme Carvalho
Tipo de matéria Últimas notícias