Button estreia no Super GT japonês nos 1000 km de Suzuka

compartilhar
comentários
Button estreia no Super GT japonês nos 1000 km de Suzuka
Andrew van Leeuwen
Por: Andrew van Leeuwen
Co-autor: Scott Mitchell
2 de jun de 2017 10:31

Inglês voltará às competições em agosto e correrá ao lado de Hideki Mutoh e Daisuke Nakajima em um NSX-GT

Jenson Button, McLaren
Jenson Button, McLaren MCL32
Jenson Button, McLaren MCL32
Jenson Button, McLaren, Sir Jackie Stewart
Jenson Button, McLaren MCL32
Jenson Button, McLaren MCL32
Jenson Button, McLaren MCL32
Jenson Button, McLaren, walks back to the pits after retiring from the race
Jenson Button, McLaren

Jenson Button fará sua estreia no Super GT japonês em agosto, confirmado como parte da equipe Mugen para os 1000 km de Suzuka.

O campeão da F1 de 2009 vinha sendo ligado à corrida desde o ano passado, e, depois de sua aparição única pela McLaren na F1, em Mônaco, foi confirmado em um NSX-GT da equipe Mugen na 46ª e última edição do evento.

“Depois de guiar um NSX-GT no dia de comemorações da Honda, em dezembro do ano passado, fiquei interessado em correr no Super GT”, disse Button.

“Falei com a Honda e eles me deram a chance de correr nos 1000 km de Suzuka. Como piloto da F1 e membro do Team Mugen, vou trabalhar para vencer. Estou muito ansioso para voltar a correr diante de meus fãs japoneses.”

No carro GT500, Button terá a companhia de Hideki Mutoh e Daisuke Nakajima.

“Jenson é um piloto extremamente talentoso e experiente, e esperamos que ele tenha uma ótima corrida”, disse o diretor da Mugen, Nagataka Tezuka. 

“Hidek Mutoh, Daisuke Nakajima e Jenson Button é uma escalação formidável de pilotos e estamos confiantes que poderemos mostrar nossa melhor performance na última edição dos 1000 km de Suzuka.”

Button testará o NSX-GT pela primeira vez em Suzuka durante um teste de pneus entre terça e quarta-feira da semana que vem. No ano passado, outro piloto da McLaren, o reserva Oliver Turvey, participou de uma etapa do Super GT e conquistou a pole nos 1000 km de Suzuka, um dos raros bons momentos para a fabricante na categoria.

A Honda tem tido dificuldades no Super GT em comparação às rivais Nissan e Lexus e não vence uma corrida desde setembro de 2015.

Os pilotos da Lexus venceram todas as corrida até o momento em 2017, com o melhor resultado da Honda sendo um segundo lugar na última etapa, em Autopolis.

Nesta temporada, Mutoh e Nakajima marcaram pontos apenas uma vez, com um nono lugar na abertura do campeonato, em Okayama. Eles estão em 17º no campeonato.

Próxima Super GT matéria

Next article

Button garante que retornará ao automobilismo em 2018

Button garante que retornará ao automobilismo em 2018
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Super GT
Pilotos Jenson Button Shop Now
Equipes Mugen
Autor Andrew van Leeuwen
Tipo de matéria Últimas notícias