CBA rescinde contrato com Fórmula Truck

Confederação Brasileira de Automobilismo divulgou nota informando a quebra de contrato; categoria vem vivendo crise e debandada de pilotos e equipes

O momento da Fórmula Truck, categoria que vem vivendo tempos difíceis dentro do cenário do automobilismo nacional, ganhou mais um episódio. A CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo) rescindiu o contrato com a organização do campeonato.

Com isso, a Fórmula Truck perde imediatamente o direito de realizar o Campeonato Brasileiro de Caminhões. A categoria, em crise há algum tempo, se viu perdendo os principais nomes entre equipes e pilotos, que se uniram em outro campeonato, a Copa Truck.

A etapa de Cascavel, que deveria ter acontecido no dia 18 de junho, já havia sido cancelada. A organização da Fórmula Truck ainda não se manifestou sobre o descredenciamento por parte da CBA.

Confira a nota divulgada pela CBA:

"A Confederação Brasileira de Automobilismo vem a público informar que rescindiu nesta quarta, 28, o contrato que dava a King Truck Show Eventos e Empreendimentos Ltda o direito de realizar o Campeonato Brasileiro de Caminhões. Após meses de conversas entre a entidade e a organizadora, chegou-se ao consenso de que esse seria o melhor caminho para todos os envolvidos com a categoria.

A CBA ressalta que, desde o início do ano, acompanha com proximidade a crise vivida pela empresa, a ponto de ter firmado um tratado de apenas um ano para a realização da modalidade. Em nenhum momento a instituição criou qualquer dificuldade para a promotora, mas insistiu e cobrou, duramente, por diversas vezes, para que todas as obrigações fossem cumpridas.

Em nome de todo o esporte a motor do Brasil, agradecemos pelos serviços prestados nesses mais de 20 anos à frente da principal competição de caminhões do país e, sobretudo, pela sóbria e magnânima decisão de encerrar o acordo. Em que pese as dificuldades dos últimos tempos, a companhia tem grande parcela na construção do sucesso obtido pela categoria.

Com a suspensão da temporada, de acordo com os artigos 62.2.1 e 62.7 do Código Desportivo do Automobilismo (CDA), o certame está invalidado e, por consequência, sem a declaração de um campeão nacional.

A CBA, desde já, garante que tomará todas as providências para que episódios tristes como o deste ano não voltem a acontecer na categoria e que em 2018 tenhamos um Campeonato Brasileiro de Caminhões digno do espetáculo já oferecido por pilotos e equipes."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula Truck
Tipo de artigo Últimas notícias