F1 X F5000; evento é recriado em Silverstone

Carros da F1 competirão novamente com os F5000 em Silverstone neste fim de semana, 42 anos após a última prova no circuito britânico

Neste fim de semana, Silverstone recebe uma competição de carros históricos, entre os F1 e oito F5000, relembrando as corridas pré-temporada que não valiam pontos envolvendo as duas séries.

O encontro será no BRDC International Trophy, que data de 1949, quando Alberto Ascari venceu em sua Ferrari 125.

No início da década de 1970, as corridas de F1 sem valer pontos para o campeonato mundial perderam apoio e os carros da nova categoria da época, a Fórmula 5000, que contava com monopostos de até 5 litros e com motor V8, foram adicionados ao grid para compensar os números.

Mais de quatro décadas depois, a magia voltará. Os destaques ficam por conta da presença do Copersucar de 1978, que será guiado por Max Smith-Hilliard e também de David Shaw, guiando o Eifelland March 721.

"Foi com uma March 721 adquirida pela equipe Eifelland que Luigi Colani ajudou a desenhar uma carenagem diferente, que esperavam brigar na parte da frente do grid, mas isso nunca aconteceu", disse Shaw.

"Ele é tido como um dos carros de F1 mais feios, mas eu realmente gosto dele. O comprei em partes e temos toda a carroceria original e quando o levamos para Mônaco no ano passado, foi a primeira vez que a Eifelland corria desde 1972."

"É uma parte peculiar da história. É fascinante, de um tempo quando todos os carros eram diferentes."

Também estarão na festa Neil Glover, no B37 Chevron, que foi Peter Gethin; Mark Dwyer (com o Lola T332) e Jamie Brashaw, em seu March 73A.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Vintage
Evento BRDC International Trophy
Pista Silverstone
Tipo de artigo Preview