Após estreia, Nelsinho valoriza aprendizado em Silverstone

Apesar de terminar atrás de companheiros de equipe, brasileiro destaca superação de dificuldades e experiência adquirida em estreia no Mundial de Endurance com a Rebellion

As 6 horas de Silverstone, prova de abertura da temporada 2016 do Mundial de Endurance, marcaram a estreia de Nelsinho Piquet na categoria - com a Rebellion, ao lado dos rivais de Fórmula E Nicolas Prost e Nick Heidfeld.

Após largar em último entre os protótipos, o #12 se recuperou na prova e, mesmo com alguns contratempos, terminou em quarto na classificação geral e segundo entre as equipes privadas da LMP1, sendo superado pelos companheiros de equipe, Alexandre Imperatori, Mathéo Tuscher e Dominik Kraihamer, que pilotam o #13.

Após a estreia, Piquet se mostrou satisfeito com o aprendizado adquirido em Silverstone. “Não foi fácil no começo, descobrindo tudo desde o início, da largada para o ‘triple stint’. Andei cerca de duas horas e meia e foi muito bom para sentir o carro e pegar mais experiência", disse.

"Terminamos em segundo na nossa corrida particular contra o #13. Tivemos alguns probleminhas de corrida, como um pneu furado que nos obrigou a fazer uma parada extra. Mas no fim do dia foi uma jornada muito produtiva para nos prepararmos para Le Mans e para o resto da temporada do WEC”, afirmou.

Agora, o brasileiro muda o foco para a Fórmula E. No próximo sábado, Piquet disputa o ePrix de Paris - uma das novidades da categoria neste ano - sétima etapa da segunda temporada do campeonato de carros elétricos.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias WEC
Evento Silverstone
Pista Silverstone
Pilotos Nelson Piquet Jr.
Tipo de artigo Últimas notícias