Aston Martin mantém 'Vantage' em novo carro para GTE

Vencedora das 24 Horas de Le Mans deste ano na LMGTE-Pro, fabricante britânica mantém nome para novo carro, que deve chegar para a temporada 2018 do Mundial de Endurance

Vencedora das 24 Horas de Le Mans deste ano - com Daniel Serra, Jonathan Adam e Darren Turner - a Aston Martin prepara um novo carro para a disputa das corridas de GT em 2018. O nome, entretanto, permanece o mesmo: a fabricante decidiu manter 'Vantage' para o novo modelo.

A decisão de levar um novo modelo para as pistas está alinhada com a estratégia para as ruas, já que a Aston Martin lança o novo Vantage de rua no próximo ano.

“O novo Vantage de rua será lançado no próximo ano e estamos comprometidos com as corridas de GT pelos próximos anos, então você pode imaginar que teremos um novo Vantage de corrida", disse David King, vice-presidente da Aston Martin, ao Motorsport.com.

"Os rapazes estão trabalhando duro em cima disso. Em breve, vocês saberão quais são os nossos planos", afirmou.

King, no entanto, não quis entrar nos detalhes técnicos do novo motor em meio aos rumores de maior participação da Mercedes-AMG no programa GTE da fabricante britânica.

“Temos um relacionamento estratégico muito importante com a Daimler e isso vai ficar ainda mais importante com o novo Vantage. Isso dará a nós acesso a uma tecnologia da qual precisamos para o futuro de nossos carros de rua. É uma boa parceria, mas não afeta diretamente o que fazemos nas corridas", ponderou.

“Mostramos que podemos fazer isso de forma independente. Nossa vitória em Le Mans veio assim, pelo trabalho da Prodrive em conjunto com a gente. Além disso, a AMG é concorrente direta na GT3."

Vitória em Le Mans fecha com chave de ouro história de modelo atual

A vitória em Le Mans não poderia ter vindo em melhor hora para a Aston Martin, que vinha buscando o triunfo para o atual Vantage desde quando voltou a focar nas corridas de GT, em 2012.

"É uma recompensa fantástica para tudo o que viemos fazendo nos últimos anos com os rapazes da Prodrive e da Aston Martin Racing", reconheceu King.

“Após uma passagem ruim na LMP de 2009 a 2011, tomamos uma decisão bastante consciente de concentrar nossos esforços novamente nas corridas de GT. Chegamos perto algumas vezes anteriormente, mas foi muito importante vencer em Le Mans antes de aposentar o atual Vantage. É como se fosse a última grande apresentação antes do fim."

Com a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) dando à LMGTE-Pro status de campeonato mundial a partir de 2018, a Aston Martin espera repetir o título de 2016 para chegar com moral no próximo ano.

"Seria a cereja do bolo após a vitória em Le Mans. Apesar da pontuação dobrada em La Sarthe, certamente não somos os favoritos. Precisamos vencer mais corridas.", completou.

O #97 está a 16 pontos do Ford GT #67 na classificação da LMGTE-Pro após terminar as 6 Horas de Nürburgring com a sétima posição na classe.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias WEC
Equipes Aston Martin Racing
Tipo de artigo Últimas notícias
Tags david king, vantage