Cinco motivos para acompanhar o WEC em 2016

A quinta edição do Mundial de Endurance tem início neste final de semana e o Motorsport.com Brasil elenca cinco razões para acompanhar de perto a temporada 2016 do WEC

No próximo domingo, com as 6 Horas de Silverstone, o Mundial de Endurance dará a largada para a quinta temporada do ainda jovem campeonato de corridas de longa duração - organizado pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo) e pelo ACO (Automóvel Clube do Oeste).

Na temporada passada, a Porsche dominou de Le Mans em diante e venceu entre os pilotos, com o trio formado por Mark Webber, Timo Bernhard e Brendon Hartley, e entre os construtores. Como ‘cereja do bolo’, a equipe de Stuttgart voltou a vencer a prova em La Sarthe – o que não acontecia desde 1998 – com o trio formado por Earl Bamber, Nick Tandy e Nico Hülkenberg, montado no terceiro carro que a equipe colocou na corrida.

No entanto, quais as expectativas para 2016? Há uma série de razões para o leitor acompanhar de perto esta temporada do WEC. O Motorsport.com Brasil destaca abaixo cinco motivos para ficar atento ao Mundial de Endurance neste ano. Confira:

Disputa na LMP1

Olhando para os resultados do Prólogo – os dois dias de testes oficiais – a sensação é de que a Porsche vai dominar a temporada mais uma vez. Entretanto, o leitor não deveria apostar todas as fichas nisso.

Tanto Toyota quanto Audi fizeram carros totalmente novos para este ano, adotando sistemas híbridos baseados nas baterias de íon-lítio, assim como a Porsche já fazia. Além disso, japoneses e alemães migraram de categoria na classificação energética – Audi, de 4MJ para 6MJ; Toyota de 6MJ para 8MJ, mesmo nível da Porsche.

No Prólogo de 2015, a equipe de Sttutgart também foi a mais veloz, mas foi a Audi quem venceu as 6 Horas de Silverstone e as 6 horas de Spa-Fraoncorchamps, na estratégia, além de brigar pelo título até a última prova, mesmo com a superioridade apresentada pela Porsche na segunda metade do campeonato.

Nos testes em Paul Ricard, um detalhe chamou a atenção: em algumas voltas, a Toyota fez parciais mais velozes do que as da Porsche, mas em todas estas voltas os pilotos retornavam aos boxes sem completar os giros. Estariam os japoneses escondendo o jogo? A Audi foi a que menos andou e a mais lenta entre as três, mas não deve ser descartada. Olho na LMP1, portanto.

Pilotos brasileiros

O Brasil ‘invadiu’ de vez o WEC em 2016. Até o momento, o país possui quatro representantes confirmados para a temporada toda, cinco para as duas primeiras etapas e nada menos do que seis nas 24 Horas de Le Mans, divididos entre as classes LMP1, LMP2 e LMGTE-Pro.

Na classe principal, serão dois pilotos, pelo menos até Le Mans: Lucas di Grassi vai para mais uma temporada na Audi, ao lado de Loïc Duval e Oliver Jarvis no #8 – é o segundo ano da formação. Nelsinho Piquet estreia no WEC através da Rebellion, uma das equipes privadas da LMP1. O atual campeão da Fórmula E dividirá o #12 com dois adversários da categoria de carros elétricos – Nicolas Prost e Nick Heidfeld. Piquet, no entanto, está confirmado apenas até a prova em La Sarthe.

Na LMP2, quem atrai mais olhares, sem dúvida, é Pipo Derani. O paddock está de olho no brasileiro e na ESM Tequila Patrón após as vitórias nas 24 horas de Daytona e nas 12 horas de Sebring. Derani estará no #31, dividido com Ryan Dalziel e Chris Cumming.

Além de Derani, Bruno Senna também estará na divisão – com a equipe RGR Sport no #43, junto a Filipe Albuquerque e Ricardo González. Para Le Mans, junta-se a eles Oswaldo Negri, no #49 da Michael Shank Racing, ao lado de John Pew e Laurens Vanthoor.

Na LMGTE-Pro, Fernando Rees vai para o terceiro ano com a Aston Martin, dividindo o #97 com Jonatham Adam e Richie Stanaway. Por enquanto, estes são os representantes brasileiros confirmados no WEC. Não se surpreendam, entretanto, se mais algum piloto do país aparecer para a disputa da prova em La Sarthe.

LMP2

A segunda classe mais forte do WEC tem tudo para ser a mais disputada entre as divisões do Mundial de Endurance. Com pelo menos dez carros para a temporada toda, as disputas devem ser marcadas pelo equilíbrio.

Com os mesmos motores e pneus, um dos aspectos que podem colocar um carro à frente dos demais é a performance dos chassis – as equipes da LMP2 utilizam os modelos da Oreca, Ligier, Alpine, Gibson e a SMP Racing aposta no projeto próprio, o BR01.

Mas, mais do que o chassi, o trabalho dos pilotos será essencial durante as corridas e pode definir o campeonato, como ressaltou Pipo Derani em entrevista exclusiva ao Motorsport.com Brasil.

Retorno da Ford

A classe LMGTE-Pro tem uma grande novidade para este ano: o retorno da Ford para as corridas de longa duração. Sob o comando da Chip Ganassi, a fabricante norte-americana tenta voltar aos tempos de glória em Le Mans e bater novamente a Ferrari, como fez durante quatro anos seguidos na pista francesa – entre 1966 e 1969, com uma trifeta na primeira.

Durante a temporada, a equipe terá dois carros, contingente que será dobrado nas 24 Horas de Le Mans - promovendo a estreia de Scott Dixon, atual campeão da Indy, na prova francesa.

6 Horas do México

Após três temporadas com o Brasil sendo sede da etapa latino-americana do WEC, em 2015 os latino-americanos não tiveram por perto as máquinas do Mundial de Endurance. Em 2016, entretanto, a situação é diferente.

No dia 3 de setembro, o reformado autódromo Hermanos Rodríguez – que voltou a receber a Fórmula 1 no ano passado – será o palco das 6 Horas do México, quinta etapa da temporada.

#1 Porsche Team Porsche 919 Hybrid: Timo Bernhard, Mark Webber, Brendon Hartley

#1 Porsche Team Porsche 919 Hybrid: Timo Bernhard, Mark Webber, Brendon Hartley
1/20

#51 AF Corse Ferrari 488 GTE: Gianmaria Bruni, James Calado

#51 AF Corse Ferrari 488 GTE: Gianmaria Bruni, James Calado
2/20

Photo by: Adrenal Media

#67 Ford Chip Ganassi Racing Team UK Ford GT: Marino Franchitti, Andy Priaulx, Harry Tincknell

#67 Ford Chip Ganassi Racing Team UK Ford GT: Marino Franchitti, Andy Priaulx, Harry Tincknell
3/20

#12 Rebellion Racing Rebellion R-One AER: Nicolas Prost, Nick Heidfeld, Nelson Piquet Jr.

#12 Rebellion Racing Rebellion R-One AER: Nicolas Prost, Nick Heidfeld, Nelson Piquet Jr.
4/20

Photo by: Jose Mario Dias

#50 Larbre Competition Corvette C7.R: Paolo Ruberti, Yutaka Yamagishi, Pierre Ragues

#50 Larbre Competition Corvette C7.R: Paolo Ruberti, Yutaka Yamagishi, Pierre Ragues
5/20

#67 Ford Chip Ganassi Racing Team UK Ford GT: Marino Franchitti, Andy Priaulx, Harry Tincknell

#67 Ford Chip Ganassi Racing Team UK Ford GT: Marino Franchitti, Andy Priaulx, Harry Tincknell
6/20

#36 Signatech Alpine A460: Gustavo Menezes, Nicolas Lapierre, Stéphane Richelmi

#36 Signatech Alpine A460: Gustavo Menezes, Nicolas Lapierre, Stéphane Richelmi
7/20

#44 Manor Oreca 05 - Nissan: Tor Graves, Matthew Rao, Will Steves, James Jakes

#44 Manor Oreca 05 - Nissan: Tor Graves, Matthew Rao, Will Steves, James Jakes
8/20

#30 Extreme Speed Motorsports Ligier JS P2 - Nissan: Scott Sharp, Ed Brown, Johannes van Overbeek

#30 Extreme Speed Motorsports Ligier JS P2 - Nissan: Scott Sharp, Ed Brown, Johannes van Overbeek
9/20

Photo by: Adrenal Media

#7 Audi Sport Team Joest Audi R18: Marcel Fässler, Andre Lotterer, Benoit Tréluyer

#7 Audi Sport Team Joest Audi R18: Marcel Fässler, Andre Lotterer, Benoit Tréluyer
10/20

#97 Aston Martin Racing Aston Martin Vantage GTE: Marco Sorensen, Jonathan Adam, Fernando Rees

#97 Aston Martin Racing Aston Martin Vantage GTE: Marco Sorensen, Jonathan Adam, Fernando Rees
11/20

Photo by: XPB Images

#7 Audi Sport Team Joest Audi R18: Marcel Fässler, Andre Lotterer, Benoit Tréluyer

#7 Audi Sport Team Joest Audi R18: Marcel Fässler, Andre Lotterer, Benoit Tréluyer
12/20

Photo by: XPB Images

#43 RGR Sport by Morand Ligier JSP2 - Nissan: Ricardo Gonzalez, Filipe Albuquerque, Bruno Senna

#43 RGR Sport by Morand Ligier JSP2 - Nissan: Ricardo Gonzalez, Filipe Albuquerque, Bruno Senna
13/20

Photo by: XPB Images

#5 Toyota Racing Toyota TS050 Hybrid: Anthony Davidson, Sébastien Buemi, Kazuki Nakajima

#5 Toyota Racing Toyota TS050 Hybrid: Anthony Davidson, Sébastien Buemi, Kazuki Nakajima
14/20

Photo by: XPB Images

#66 Ford Chip Ganassi Racing Team UK Ford GT: Billy Johnson, Stefan Mücke, Olivier Pla

#66 Ford Chip Ganassi Racing Team UK Ford GT: Billy Johnson, Stefan Mücke, Olivier Pla
15/20

Mechanics of the #67 Ford Chip Ganassi Racing Team UK Ford GT: Marino Franchitti, Andy Priaulx, Harry Tincknell

Mechanics of the #67 Ford Chip Ganassi Racing Team UK Ford GT: Marino Franchitti, Andy Priaulx, Harry Tincknell
16/20

#43 RGR Sport by Morand Ligier JSP2 - Nissan: Ricardo Gonzalez, Filipe Albuquerque, Bruno Senna

#43 RGR Sport by Morand Ligier JSP2 - Nissan: Ricardo Gonzalez, Filipe Albuquerque, Bruno Senna
17/20

#7 Audi Sport Team Joest Audi R18: Marcel Fässler, Andre Lotterer, Benoit Tréluyer

#7 Audi Sport Team Joest Audi R18: Marcel Fässler, Andre Lotterer, Benoit Tréluyer
18/20

#31 Extreme Speed Motorsports Ligier JS P2 - Nissan: Ryan Dalziel, Pipo Derani, Christopher Cumming

#31 Extreme Speed Motorsports Ligier JS P2 - Nissan: Ryan Dalziel, Pipo Derani, Christopher Cumming
19/20

#2 Porsche Team Porsche 919 Hybrid: Romain Dumas, Neel Jani, Marc Lieb

#2 Porsche Team Porsche 919 Hybrid: Romain Dumas, Neel Jani, Marc Lieb
20/20

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias WEC
Evento Silverstone
Pista Silverstone
Tipo de artigo Análise