FIA limita potência de conjunto motriz de LMP1 em 1000 hp

Medida, oficializada na reunião do Conselho Mundial, foi tomada em nome da segurança, de acordo com Federação Internacional de Automobilismo; limitação é referente à potência do motor combinada com sistemas híbridos

O Conselho Mundial da FIA, que se reuniu na quarta-feira (30), anunciou novas medidas para o Mundial de Endurance. Entre as novidades, o destaque é a limitação de potência para os protótipos da LMP1, categoria principal do WEC.

A partir de 2016, os carros terão a potência instantânea - quando os sistemas híbridos entram em ação e se somam forças com os motores à combustão - limitada a 1000 hp (pouco mais de 1010 cv). A FIA alega que a medida foi imposta em nome da segurança.

Com a limitação, os tempos de volta dos carros da divisão principal do WEC certamente serão mais altos do que os registrados este ano, já que sabidamente os protótipos da Porsche e da Toyota, quando combinam a potência dos motores com os sistemas híbridos, superam a marca de 1000 hp.

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias WEC
Tipo de artigo Últimas notícias