Kubica diz que decidirá sobre o WEC após teste com a Manor

Piloto reserva da Williams na F1, Robert Kubica tomará uma decisão final quanto à sua participação no WEC depois do segundo teste que realizará com a Manor nesta semana.

O piloto polonês teve sua primeira experiência com o Manor Ginetta-Mecachrome G60-LT-P1 em Aragón, no mês passado, interrompida depois de duas voltas por problemas de motor. Contudo, o Motorsport.com revelou que ele retornará ao mesmo local para um novo teste.

A Manor, que competirá sob o nome de CEFC TRSM Racing na supertemporada de 2018/2019, estava indisponível para confirmar quem estaria pilotando seu carro no teste de três dias, que teve início na terça-feira.

Ao falar com a imprensa durante os testes da F1 em Barcelona, Kubica confirmou que estava avaliando um possível programa com a equipe inglesa.

“Este ano será bastante atarefado para mim. Por um lado, com certeza eu gostaria de estar envolvido em um bom projeto na LMP1, o que me daria a chance de acumular muita quilometragem.”

Questionado pelo Motorsport.com sobre o que seria necessário para tomar uma decisão, ele disse: “Eu apenas tenho que guiar, e veremos. Até que eu passe algumas voltas atrás do volante, não posso me decidir.”

“Mas não se trata apenas de me decidir. Trata-se de se isso casa bem com o calendário atarefado que tenho. Há alguns fatores que precisam se encaixar.”

“Não é um simples como sim ou não. É um pouco mais complicado, como sempre.”

O chefe da Manor, Graeme Lowdon, afirmou que a equipe esperava completar sua lista de pilotos, que já tem Oliver Rowland e Charlie Robertson, no próximo mês.

“O cenário ideal é que teremos tudo definido antes do Prólogo, no começo de abril”, disse o dirigente ao Motorsport.com.

Lowdon explicou que o primeiro teste da equipe com o novo Ginetta em Aragón foi produtivo, apesar dos problemas de motor.

“Já temos muitas coisas feitas, apesar do teste encurtado”, disse, revelando que o problema foi relacionado ao fato de que o Mecachrome V6 turbo disponibilizado era um modelo de pré-produção, que ainda não estava com a configuração completa.

Ele acrescentou: “Estamos em um novo território e nenhum desses testes pode ter sido nem remotamente considerado de resistência. Trata-se de verificação de sistemas. Há muito a fazer em um carro complicado como esse.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias WEC
Pilotos Robert Kubica
Equipes Manor Motorsport
Tipo de artigo Últimas notícias