Otimista, Nelsinho vê estreia como teste para Le Mans

Nelsinho Piquet, que estreia no Mundial de Endurance neste final de semana, lamenta problema na classificação, que o impediu de registrar volta rápida; brasileiro ressalta importância da corrida na preparação para as 24 Horas de Le Mans

Em um dia que até nevou em Silverstone, Nelsinho Piquet participou da primeira sessão de classificação no Mundial de Endurance, campeonato no qual estreia neste final de semana - pela equipe Rebellion, na classe LMP1.

O atual campeão da Fórmula E foi um dos escolhidos para participar do treino que definia o grid de largada para as 6 horas de Silverstone, ao lado de Nick Heidfeld - os tempos de cada carro são definidos pela média de duas voltas de cada piloto. O alemão conseguiu registrar as duas voltas, mas quando Nelsinho saiu para fazer os tempos para completar a média, o #12 - que conta também com Nicolas Prost - sofreu um problema eletrônico.

“A gente teve um problema eletrônico no carro e quando eu saí o carro ficou preso na primeira marcha. Não engatava segunda, então entrei direto para o box na tomada. Mas mesmo se tivesse feito a classificação seriam duas voltas a mais e não teria feito tanta diferença assim no conhecimento do carro”, disse Piquet.

Apesar do problema enfrentado neste sábado, que obrigará o #12 a largar em 19º - último entre os protótipos, o brasileiro está otimista para a corrida. Piquet deve ser o segundo a assumir o carro, com Heidfeld sendo o responsável por iniciar a prova.

Para o piloto, a corrida em Silverstone será onde, de fato, ele vai obter informações importantes sobre como lidar com todas as variáveis de uma corrida de endurance e se preparar para as 24 Horas de Le Mans.

“É verdade que o tempo muito frio e chuvoso aqui não está ajudando muito. Acho que amanhã durante a prova será a melhor sessão de treino e preparação para Le Mans, porque esperamos a pista seca e todos os pilotos do carro andando mais ou menos nas mesmas condições", afirmou.

"Então poderemos ter uma ideia mais precisa de quais são nossos limites para trabalhar no trânsito, o quanto agressivo tem que ser, descobrir melhor a característica do pneu etc. Então até agora foi bom, mas amanhã é que será o grande treino para a gente”, completou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias WEC
Evento Silverstone
Pista Silverstone
Pilotos Nelson Piquet Jr.
Tipo de artigo Últimas notícias